Estudo: coronavírus encontrado em amostra de esgoto de março de 2019 na Espanha

Publicado em 27 de junho de 2020, em Notícias do Mundo

Amostras de água de esgoto na Espanha de março de 2019 mostraram a presença do novo coronavírus bem antes de ele ser identificado na China.

Neste Artigo:
&nbspEstudo: coronavírus encontrado em amostra de esgoto de março de 2019 na Espanha
Ilustração 3D do coronavírus (PM)

Virologistas espanhóis encontraram traços do novo coronavírus em uma amostra de água de esgoto de Barcelona coletada em março de 2019, nove meses antes da doença Covid-19 ter sido identificada na China, disse na sexta-feira (26) a Universidade de Barcelona.

Publicidade

A descoberta da presença do genoma do vírus tão antes na Espanha, se confirmada, implicaria que a doença pode ter aparecido muito antes do que a comunidade científica acreditava.

A equipe da Universidade de Barcelona, que vinha testando água de esgoto desde meados de abril deste ano para identificar novos surtos em potencial, decidiu também testar amostras mais antigas.

Eles descobriram primeiro que o vírus estava presente em Barcelona em 15 de janeiro de 2020, 41 dias antes do primeiro caso ter sido oficialmente reportado na cidade.

Eles então realizaram testes em amostras tiradas entre janeiro de 2018 e dezembro de 2019 e encontraram a presença do genoma do vírus em uma delas, coletada em 12 de março de 2019.

“Os níveis de SARS-CoV-2 eram baixos, mas positivos”, disse o pesquisador líder Albert Bosch, citado pela universidade.

A pesquisa foi submetida a uma peer-review (revisão por pares).

O Dr. Joan Ramon Villalbi da Sociedade Espanhola para Saúde Pública e Administração Sanitária disse à Reuters que ainda era cedo para tirar conclusões definitivas.

“Quando é somente um resultado, você sempre quer mais dados, mais estudos, mais amostras para confirmá-lo e descartar um erro de laboratório ou problema metodológico”, disse ele.

Havia potencial para um falso positivo devido às similaridades do vírus com outras infecções respiratórias.

“Mas é definitivamente interessante, é sugestivo”, disse Villalbi.

Bosch, que é presidente da Sociedade Espanhola de Virologistas, disse que uma detecção precoce mesmo em janeiro poderia ter melhorado a resposta à pandemia. Ao invés disso, pacientes foram provavelmente diagnosticados erroneamente com influenza comum, contribuindo para transmissão comunitária antes de medidas terem sido tomadas.

O professor Gertjan Medema do Instituto de Pesquisa de Água KWR da Holanda, cuja equipe começou a usar um teste de coronavírus em água de esgoto em fevereiro, sugeriu que o grupo em Barcelona precisa repetir os testes para confirmar se é realmente o vírus SARS-CoV-2.

A Espanha registrou mais de 28 mil mortes e cerca de 250 mil casos do vírus até agora.

Fonte: Asia Nikkei


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão