Japão acalma rumores de que pagará metade das despesas de visitantes do exterior

Publicado em 28 de maio de 2020, em Notícias do Mundo

A Agência de Turismo do Japão acalmou rumores de que o país está planejando oferecer uma campanha que pagaria a metade das despesas de visitantes estrangeiros.

Neste Artigo:
&nbspJapão acalma rumores de que pagará metade das despesas de visitantes do exterior
Turistas no Senso-ji, em Tóquio, agosto de 2016 (PM)

Turistas estrangeiros que sonham em ter 50 por cento de seus voos e viagens ao Japão pagos pelo governo precisam repensar.

Publicidade

Na quarta-feira (27), a Agência de Turismo do Japão acalmou rumores de que o país está planejando oferecer uma campanha que pagaria a metade das despesas de visitantes estrangeiros, já que o país busca revitalizar o setor duramente afetado pelo coronavírus.

Em uma série de tuítes, tanto em inglês como em japonês, a agência disse que o programa sob consideração só cobriria “uma porção de despesas de viagens domésticas”.

A confusão sobre a Go To Travel Campaign, que é destinada a estimular a demanda por viagem dentro da nação após a pandemia viral, aparentemente emergiu após uma reportagem ter dito inicialmente que o programa cobriria metade das despesas dos viajantes.

A história inicial, que foi depois corrigida para refletir que a campanha idealizada cobriria apenas uma porção dos custos, se espalhou rapidamente – sem a correção – por sites do exterior e blogs, levando à confusão disseminada.

De acordo com um resumo do orçamento suplementar do governo para o ano fiscal de 2020 divulgado pelo ministério da economia, o plano proposto poderia distribuir vouchers de viagem de no máximo 20 mil ienes por pessoa, por estada.

Reportagens da mídia citaram Hiroshi Tabata, chefe da agência, dizendo na semana passada que se o vírus for controlado, eles visavam lançar a Go To Travel Campaign já em julho.

Meros 2,9 mil turistas estrangeiros visitaram o Japão em abril, queda de 99,9% ante o ano anterior, mostraram dados do governo na semana passada. Os dados marcaram a primeira vez que o número mensal havia caído para menos de 10 mil desde 1964.

Fonte: Japan Times


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão