Covid-19: América Latina é agora o ‘epicentro do surto’, diz oficial da saúde

Publicado em 27 de maio de 2020, em Notícias do Mundo

No fim de semana, o Brasil ultrapassou a Rússia e se tornou o país com mais casos confirmados de Covid-19 após os EUA.

Neste Artigo:
&nbspCovid-19: América Latina é agora o ‘epicentro do surto’, diz oficial da saúde
Pessoas em rua do Rio de Janeiro usando máscaras de proteção (ilustrativa/PM)

A América Latina ultrapassou a Europa e os Estados Unidos em número de casos diários de infecções por Covid-19, disse a diretora da Organização Pan-americana de Saúde- PAHO na terça-feira (26), colocando a região no centro do surto global.

Publicidade

Houve mais de 2,4 milhões de casos e mais de 143 mil mortes em todas as Américas, disse a Dr. Carissa Etienne em uma coletiva de imprensa, acrescentando que a região “se tornou o epicentro da pandemia de Covid-19”.

A PAHO está particularmente preocupada com o Brasil, onde o número de novos casos reportados na semana passada “foi o maior para um período de sete dias desde o início do surto”, disse Etienne.

O Peru e o Chile também estão reportando um alto número de casos, acrescentou ela, alertando que para países na região “agora não é a hora de relaxar restrições ou reduzir estratégias de prevenção”.

Peru e Chile estão entre as nações mais afetadas da região. Eles agora têm as taxas per capita de infecção mais altas do mundo ao longo de uma média móvel de sete dias, de acordo com o Our World in Data – OWID, um site de estatísticas independente sediado na Universidade de Oxford.

Na terça-feira, o Chile tinha 77.961 infecções e 806 mortes desde o início do surto. Dois membros do governo, o ministro da energia Juan Carlos Jobet e o ministro de trabalhos públicos Alfredo Moreno, testaram positivo para o vírus na segunda-feira (25) após apresentarem sintomas leves.

O Brasil ultrapassou a Rússia no fim de semana e se tornou o país com mais casos confirmados de Covid-19 após os EUA, de acordo com número da Universidade Johns Hopkins. Até a segunda-feira, o país tinha 374.898 infecções no total e 23.473 mortes, de acordo com o ministério da saúde.

“Agora é hora de se manter forte, vigilante e implementar agressivamente medidas de saúde públicas provadas. Aprendemos com outras regiões, aprendemos o que funciona e o que não e devemos continuar a aplicar esse conhecimento ao nosso contexto”, disse Etienne.

Fonte: CNN


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão