OMS considera alterar orientações sobre uso de máscaras

Publicado em 2 de abril de 2020, em Notícias do Mundo

Nova evidência sugere que usar máscaras em público poderia ajudar a conter a pandemia.

Neste Artigo:
&nbspOMS considera alterar orientações sobre uso de máscaras
Homem colocando máscara (ilustrativa/PM)

A Organização Mundial da Saúde – OMS está considerando alterar sua orientação sobre se as pessoas deveriam usar máscaras em público, levada pela nova evidência a qual sugere que fazer isso poderia ajudar a conter a pandemia.

Publicidade

Atualmente, a OMS e o governo do Reino Unido informam que máscaras não representam um grande papel em proteger as pessoas da infecção fora do cenário de cuidados da saúde. Mas há crescentes pedidos para que essa posição seja revista, com sugestões de que o uso disseminado de máscaras pode ter representado um papel em conter surtos em alguns países asiáticos.

Falando na Chatham House na quarta-feira (1º), o professor David Heymann, especialista em doenças infecciosas que liderou a resposta global ao surto de SARS, disse que nova evidência de Hong Kong havia levado a uma reconsideração do papel das máscaras. “A OMS está debatendo isso para compreender se há evidência que pediria por uma mudança no que a organização está recomendando”, disse ele.

Os dados de Hong Kong foram compartilhados confidencialmente com a OMS, mas provavelmente serão publicados em breve, disse Heymann. Ele acrescentou que, ao avaliar sua política, a OMS levaria em consideração a necessidade dos profissionais da saúde por máscaras em todos os países.

A possível mudança nas orientações ocorre quando um conselho representando milhares de médicos no Reino Unido pediu para que cada paciente e membro das equipes em hospitais recebam máscaras, que devem ser usadas durante todo o tempo para ajudar a reduzir a propagação do coronavírus.

Nos EUA, também dizem que o Centro de Controle e Prevenção de Doenças – CDC está revisando suas orientações sobre máscaras e pode recomendar aos americanos que cubram seus rostos enquanto caminham na rua para ir ao trabalho. E em uma recente entrevista, George Gao, diretor-geral do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China, sugeriu que a falha em não usar máscaras nos EUA e Europa foi um “grande erro”.

Peter KaHung Chan, epidemiologista na Universidade de Oxford, disse que a evidência no uso público de máscaras ainda não é claro, mas esses estudos observacionais de Hong Kong têm, pelo menos, mostrado que o pacote geral de medidas de contenção tem sido eficaz.

“Máscaras não são certamente a única coisa que foram úteis, mas é algo que deveria ser estudado propriamente ao invés de dispensadas ou promovidas excessivamente com evidência empírica inadequada”, disse ele.

Até agora, a OMS sugere que máscaras são em sua maioria úteis para proteger outras pessoas se você tem sintomas como tosse e espirros que podem espalhar gotículas.

Mas Heymann disse que o entendimento de que muito da transmissão de Covid-19 ocorre antes dos sintomas, aumenta a possibilidade de que as máscaras poderiam ajudar a deter a propagação entre as pessoas antes dos sintomas emergirem.

Fonte: The Guardian


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!