EUA podem se tornar o próximo ‘epicentro do coronavírus’, diz OMS

Publicado em 25 de março de 2020, em Notícias do Mundo

Alguns oficiais do estado e locais dos EUA denunciaram falta de ação federal coordenada para lidar com a propagação do coronavírus.

Neste Artigo:
&nbspEUA podem se tornar o próximo ‘epicentro do coronavírus’, diz OMS
Placa de cinema nos EUA exibe 3 regras básicas para evitar infecção por coronavírus: distância social, lavar as mãos e limpar superfícies (ilustrativa/PM)

Os Estados Unidos poderiam se tornar o epicentro global da pandemia do novo coronavírus, disse a Organização Mundial da Saúde – OMS na terça-feira (24), enquanto a Índia anunciou um isolamento total no segundo país mais populoso do mundo.

Publicidade

O vírus altamente contagioso fez com que regiões inteiras fossem colocadas em isolamento.

Em alguns lugares soldados estão patrulhando as ruas para manter os consumidores e trabalhadores em casa, causando a suspensão de serviços e produção e interrompendo redes de fornecimento.

“A crise de saúde global está se transformando em uma recessão global, visto que há uma tensão clara entre evitar infecções e arruinar a economia”, disse Edoardo Campanella, economista no UniCredit Bank em Milão.

Casos confirmados de coronavírus em todo o mundo excederam 377 mil em 94 países e territórios desde a terça-feira (24), de acordo com uma pesquisa da agência Reuters, mais de 16,5 mil deles fatais.

Em Genebra, a porta-voz da OMS, Margaret Harris, disse que as infecções nos EUA haviam aumentado acentuadamente.

Nas últimas 24 horas, 85 por cento dos novos casos estavam na Europa e Estados Unidos, e desses, 40 por cento estavam no segundo citado.

Desde a segunda-feira (23), o vírus havia infectado mais de 42 mil pessoas nos EUA, causando a morte de pelo menos 559.

Questionado se os EUA poderiam se tornar o novo epicentro, Harris disse: “estamos agora observando uma grande aceleração no número de casos no país. Então, ele tem esse potencial”.

Alguns oficiais do estado e locais dos EUA denunciaram falta de ação federal coordenada, dizendo que ter localidades agindo por conta própria as colocaram em competição por suprimentos.

O presidente Donald Trump reconheceu a dificuldade.

“O mundo do mercado para máscaras cirúrgicas e ventiladores está perturbado. Estamos ajudando os estados a receberem equipamentos, mas não é fácil”, tuitou Trump.

Fonte: Agência Reuters


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Easy Car Ride, carros e financiamentos
Kumon - estude japonês por correspondência!
Empregos no Japão - Outsorcing