Único porta-aviões da Rússia pega fogo; 1 morto e 2 desaparecidos

Publicado em 13 de dezembro de 2019, em Notícias do Mundo

O Admiral Kuznetsov, um porta-aviões do tipo ski-jump, é o maior navio de guerra da marinha russa e o único do país.

Neste Artigo:
 Único porta-aviões da Rússia pega fogo; 1 morto e 2 desaparecidos
O Admiral Kuznetsov em 2012 (Wikimedia/Ministry of Defence)

Pelo menos uma pessoa morreu após o único porta-aviões da Rússia, o Admiral Kuznetsov, ter pegado fogo na manhã de quinta-feira (12) durante trabalhos de reparo no porto de Murmansk no Mar Ártico, de acordo com agências de notícias estatais russas.

Publicidade

Outras 10 pessoas ficaram feridas e duas estão desaparecidas, disse a agência estatal TASS.

O incêndio ocorreu enquanto soldadores estavam fazendo manutenção na primeira unidade de energia. Uma fumaça preta grossa foi vista do deck superior.

A área afetada pela fumaça e o fogo cobre 120 metros quadrados, disse a TASS.

O Admiral Kuznetsov, um porta-aviões do tipo ski-jump, é o maior navio de guerra da marinha russa e o único do país.

O navio de guerra realizou seu primeiro destacamento de combate no ano de 2016, no Mar Mediterrâneo, quando caças fizeram ataques na Síria.

Contudo, o porta-aviões apresentou problemas desde seu retorno à Rússia para manutenção.

Em outubro passado, um guindaste caiu sobre ele durante trabalhos de reparo, fazendo um buraco em sua plataforma.

O acidente ocorreu após uma interrupção no fornecimento de energia ter feito as bombas do dique seco flutuante, que estava mantendo o porta-aviões, falharem, causando o afundamento da estrutra.

O dique, conhecido como PD-50, era uma dos maiores dique secos flutuantes do mundo e o maior na Rússia, com 330 metros de comprimento e pesando mais de 80 mil toneladas.

Após a interrupção, o PD-50 ficou submerso rapidamente, fazendo com que dois guindastes caíssem sobre o deck da embarcação russa, deixando um buraco de 4 por 5 metros, disse a mídia estatal Sputnik.

Após esse acidente, oficiais russos disseram à mídia estatal que os danos não atrasariam reparos no Admiral Kuznetsov, que deveriam ser concluído até 2021.

O acidente do Kuznetsov é pelo menos o segundo incêndio mortal para a marinha russa neste ano.

Em julho, um incêndio a bordo de um submersível russo matou 14 membros da tripulação. Eles morreram por inalação de fumaça após o fogo ter surgido na embarcação, a qual realizava pesquisa em águas territoriais russas, de acordo com a TASS.

Posteriormente, a Rússia disse que detalhes do acidente eram “segredo de estado” e não divulgaram mais informações.

Fonte: CNN


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão