Rússia é banida das Olimpíadas de Tóquio 2020 e da Copa do Mundo 2022

Publicado em 10 de dezembro de 2019, em Notícias do Mundo

A Rússia não poderá participar por 4 anos de grandes competições internacionais de esportes por escândalo de doping, notavelmente as Olimpíadas de Tóquio e a Copa do Mundo.

Neste Artigo:
&nbspRússia é banida das Olimpíadas de Tóquio 2020 e da Copa do Mundo 2022
Jovem compete em nado borboleta em São Petesburgo no ano de 2018 (ilustrativa/PM)

A Agência Mundial Antidoping (WADA) concordou de forma unânime banir a Rússia de grandes competições internacionais de esportes – notavelmente as Olimpíadas de Tóquio e a Copa do Mundo – por 4 anos pelo incumprimento de regulamentos antidoping.

Publicidade

O comitê de revisão de cumprimento da WADA (CRC) havia sugerido várias sanções por causa da falha da Agência Antidopagem Russa (RUSADA) em cooperar integralmente durante avaliações no esporte russo.

O comitê executivo da WADA decidiu manter as recomendações em uma reunião em Lausanne, Suíça, realizada na segunda-feira (9).

A RUSADA tem 21 dias para aceitar a decisão ou enviar o assunto à Corte de Arbitragem para Esportes (CAS).

A mais recente proibição ainda deixa as portas abertas a atletas russos, que podem provar que não são manchados pelo escândalo, para competir como atletas neutros.

Por que a proibição?

Se sustentada, a decisão da WADA significa que a Rússia não poderá competir em eventos como as Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio em 2020, assim como as Olimpíadas de Inverno em Pequim de 2022. Ela também não poderá sediar quaisquer eventos de esportes.

“Por muito tempo, o doping russo se desviou do esporte limpo”, disse o presidente da WADA Craig Reedie em uma declaração.

A punição da WADA é relacionada a inconsistências em dados recuperados pela WADA em janeiro de 2019 do laboratório de Moscou no centro do relatório McLaren de 2016, que descobriu uma rede disseminada e sofisticada de doping nos esportes.

A RUSADA foi inicialmente considerada incompatível após a publicação do relatório McLaren em 2016.

Encomendado pela WADA, o relatório descobriu que o estado russo conspirou com atletas e oficiais de esportes para realizar um programa de doping que foi sem precedentes em sua escala e ambição.

As descobertas levaram a sanções, incluindo a ausência da equipe russa nos Jogos Olímpicos de Inverno em 2018 realizada em Pyeonchang, na Coreia do Sul, com certos atletas elegíveis sendo forçados a competir sob uma bandeira neutra.

Tanto o Comitê Olímpico Internacional e o Comitê Paralímpico Internacional disseram ao CNN que reconhecem e apoiam a decisão da WADA.

Fonte: CNN


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão