Design revolucionário promete dar fim aos enjoos em navios de cruzeiro

Publicado em 23 de novembro de 2019, em Notícias do Mundo

Ao contrário de um navio tradicional, que se move para cima e para baixo enquanto viaja pelas ondas, o X-Bow as “perfura” e dispersa sua energia para as laterais do navio.

Neste Artigo:
&nbspDesign revolucionário promete dar fim aos enjoos em navios de cruzeiro
Muitas pessoas sofrem com enjoos em viagens de cruzeiro (ilustrativa/banco de imagens PM)

Uma das principais razões pelas quais algumas pessoas não reservam cruzeiros é o fato de sentirem enjoos no navio.

Publicidade

Entretanto se um novo navio chamado X-Bow cumprir o que promete, isso poderia ser um problema do passado.

A Ulstein, empresa de construção de navios sediada na Noruega, desenvolveu a embarcação para tornar a experiência no mar mais fácil para pessoas que normalmente sentem enjoos, enquanto garante que todo o desfrute de cruzeiro seja mais agradável para todos a bordo.

&nbspDesign revolucionário promete dar fim aos enjoos em navios de cruzeiro
O X-Bow, um navio construído na Noruega que pode mudar as viagens de cruzeiro para sempre (Aurora Expeditions via CNN)

Ao contrário de um navio tradicional, que se move para cima e para baixo enquanto viaja pelas ondas, o X-Bow as “perfura”  e dispersa sua energia para as laterais do navio. Isso significa que há menos movimento de balanço, o que em troca diminui os enjoos.

Ele também elimina o “estrondo” que se sente após atingir uma onda particularmente forte e portanto torna a viagem mais suave e consistente.

&nbspDesign revolucionário promete dar fim aos enjoos em navios de cruzeiro
O nome de um dos X-Bow, Greg Mortimer (Aurora Expeditions via CNN)

O primeiro X-Bow que fará sua estreia no mercado de consumidores é o Greg Mortimer da Aurora Expeditions, especializada em cruzeiros para a Antártida. Com seu nome em homenagem a um dos primeiros australianos que escalaram o Monte Everest, ele partiu de Ushaia, na Argentina, em 31 de outubro.

Enquanto alguns viajantes possam começar a se sentir mal simplesmente ao colocar os pés a no navio, a Passagem de Drake – que se estende pela metade do caminho entre a América do Sul e a Antártida – é conhecida por ser uma travessia especialmente traiçoeira mesmo para os velejadores mais experientes.

É por isso que Victoria Primrose, líder do mercado global, e sua equipe na Aurora estavam dispostos a dar uma oportunidade para o novo navio.

O design diferente do X-Bow também exigiu uma reconsideração do interior do navio.

“Como perdemos o convés construímos o que chamamos de “winglets” (componente aerodinâmico) na frente para que os passageiros possam ter vistas exteriores”, explica Primrose. “Mas quando o navio está parado temos plataformas hidráulicas que saem dos lados e ficam planas”.

&nbspDesign revolucionário promete dar fim aos enjoos em navios de cruzeiro
O navio inclui “winglets” que permite aos passageiros ficarem mais perto da natureza (Aurora Expeditions via CNN)

A viagem de estreia do Greg Mortimer tem um itinerário de 12 dias, embora a Aurora não ofereça mais itinerários onde passageiros também podem visitar as Ilhas Farklands.

A Antártida tem regras rigorosas sobre manter pequenos os tamanhos de grupos, então o Greg Mortmier só tem 122 camas, suficientes para 100 passageiros, o limite máximo diário, e o restante é a tripulação. Há somente um restaurante, onde tripulação e passageiros fazem as refeições juntos, criando um sentimento de intimidade a bordo.

Fonte: CNN Travel


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Easy Car Ride, carros e financiamentos
UNIP - Faculdade a distância no Japão