Uma pessoa comete suicídio a cada 40 segundos, diz a OMS

Publicado em 10 de setembro de 2019, em Notícias do Mundo

A OMS disse que cerca de 800.000 pessoas morrem por suicídio todos os anos, mais do que aquelas que perdem a vida por causa da malária, câncer de mama, ou guerra e homicídio.

Neste Artigo:
&nbspUma pessoa comete suicídio a cada 40 segundos, diz a OMS
(ilustrativa/banco de imagens)

O número de pessoas em todo o mundo que morre em decorrência de suicídio está caindo, mas uma pessoa ainda tira a própria vida a cada 40 segundos, de acordo com novos números da Organização Mundial da Saúde – OMS, a qual diz que os países precisam fazer mais para deter essas mortes.

Publicidade

Entre 2010 e 2016, a taxa global de suicídios diminui em 9,8%, disse o conselho da saúde das Nações Unidas em um segundo relatório sobre a questão. A única região a ver um aumento foi as Américas.

“Toda morte é uma tragédia para a família e amigos. Mesmo assim, os suicídios são evitáveis. Pedimos a todos os países que incorporem estratégias provadas de prevenção de suicídios em programas de saúde e educacionais de uma maneira sustentável”, disse o diretor-geral da OMS, o Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A OMS disse que cerca de 800.000 pessoas morrem por suicídio todos os anos, mais do que aquelas que perdem a vida por causa da malária, câncer de mama, ou guerra e homicídio, chamando-o de “grave questão de saúde pública global”. Ele disse que somente 38 países tinham estratégias de prevenção de suicídios.

As taxas de suicídios foram maiores do que a média global e padronizadas por idade – 10.5 a cada 100.000 pessoas – na África, Europa e Sudeste Asiático.

No mundo, mais homens tiraram suas próprias vidas do que as mulheres, segundo a OMS, com 7.5 mortes por suicídio a cada 100.000 mulheres e 13.7 suicídios a cada 100.000 homens. Os únicos países onde a taxa estimada de suicídios foi maior entre as mulheres do que os homens foram Bangladesh, China, Lesoto, Marrocos e Myanmar.

“Enquanto 79% dos suicídios no mundo ocorreram em países de baixa e média renda, os de alta renda tiveram a taxa mais alta, a 11.5 a cada 100.000 pessoas”, de acordo com a OMS.

“Cerca de três vezes mais homens do que mulheres morrem por suicídio em países de alta renda, em contraste com aqueles de baixa e média renda, onde a taxa é mais igual”, disse a OMS em uma declaração.

“O suicídio foi a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, após óbitos por acidentes rodoviários. Dentre adolescentes de 15 a 19 anos, o suicídio foi a segunda maior causa de mortes entre meninas e a terceira maior causa de morte entre meninos, após óbitos por acidentes rodoviários e violência interpessoal”.

Segundo a OMS, uma maneira de reduzir a taxa de suicídio global seria limitar o acesso a pesticidas, os quais – juntamente com enforcamento e armas de fogo – são os métodos mais comuns de suicídio.

Por exemplo, no Sri Lanka, uma série de proibições sobre pesticidas altamente perigosos levaram a uma diminuição de 70% nos suicídios, salvando cerca de 93.000 vidas de 1995 a 2015. Similarmente, na Coreia do Sul, uma proibição sobre herbicida paraquat foi seguida por uma queda de 50% em mortes por suicídio através de envenenamento por pesticida de 2011 a 2013.

Outras medidas que a OMS disse terem ajudado a reduzir os suicídios incluem educar a mídia sobre como relatar sobre o ato de forma responsável, identificando pessoas sob risco e ajudando os jovens a construírem habilidades que os ajudam a lidar com o estresse da vida.

O Dia Mundial da Prevenção de Suicídios é 10 de setembro.

Fonte: CNN


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!