Mais crianças diagnosticadas com ‘síndrome do lobisomem’ na Espanha

Publicado em 3 de setembro de 2019, em Notícias do Mundo e atualizado em 5 de setembro de 2019 as 4:36 PM

A hipertricose, popularmente conhecida como 'síndrome do lobisomen' é uma condição rara que causa crescimento excessivo de pelos em qualquer lugar do corpo de uma pessoa.

Neste Artigo:
&nbspMais crianças diagnosticadas com ‘síndrome do lobisomem’ na Espanha
Imagem de criança sendo examinada por médico (ilustrativa/banco de imagens)

Um erro de rotulagem de medicamento fez com que 20 crianças desenvolvessem a popularmente conhecida “síndrome do lobisomen” e pelos cresceram em excesso em partes de seus corpos.

Publicidade

Farmacêuticos por engano receitaram às crianças minoxidil, que é usado para tratar queda de cabelo, ao invés do omeprazol, um medicamento para refluxo.

A confusão fez com que as crianças desenvolvessem hipertricose, ou popularmente conhecida como “síndrome do lobisomen”, uma condição rara que causa crescimento excessivo de pelos em partes do corpo de uma pessoa.

Pais das crianças afetadas acusaram autoridades da saúde espanholas de falhar em responder rapidamente ou por não fornecerem informações adequadas. Algumas famílias em Cantábria, moveram ações judiciais contra a companhia farmacêutica responsável.

Em 28 de agosto, autoridades da saúde espanholas disseram que foram alertadas sobre os casos iniciais de bebês com hipertricose que tomaram o xarope em maio.

Elas levaram 2 meses para perceber o erro de rotulagem e fechar o laboratório e recolher o medicamento.

“Por que leva mais de 2 meses para testar um medicamento?”, perguntou Amaia, mãe cujo bebê foi afetado,  à rede de TV espanhola Antena 3.

“Não nos disseram nada. Estou furiosa, com medo e me sentindo incompreendida e com uma completa falta de empatia”.

Ela enfatizou que sua filha ingeriu uma dose alta do medicamento e que ninguém ligou para eles a fim de aconselhar o que fazer depois.

Autoridades da saúde disseram que os pelos vão cair, mas há a possibilidade de danos nos órgãos já que o medicamento pode alargar os vasos sanguíneos.

O xarope com rotulagem errada foi entregue a farmácias em Granada, Cantábria e Valência onde químicos o misturaram a uma fórmula para tratar refluxo em crianças.

A mãe Ángela Selles disse que enquanto dava a seu filho o que ela pensou ser omeprazol, ele desenvolveu sintomas como os de uma gripe, e eczema. Ela tentou curá-lo com vários outros antibióticos.

O eczema desapareceu. Embora ele ainda tenha pele delicada e um pouco de pelo, ele não tem mais problemas respiratórios”, disse ela.

“Eu acabo de perceber o que causou tudo isso, e estávamos tentando curar uma gripe que não era gripe”.

A Agência Espanhola para Medicamentos e Produtos da Saúde ordenou que vários lotes da Farma-Química Sur SL,uma empresa farmacêutica sediada em Málaga, fossem retirados de circulação em 11 de julho.

A agência espanhola retirou o primeiro lote do mercado no mês passado quando 13 casos foram relatados.

Outros três relatos foram feitos no início deste mês e um outro lote do medicamento da Farma Química Sur foi retirado das prateleiras das farmácias.

Autoridades acreditam que a contaminação pode ter afetado até 30 farmácias em Andalusia e mais de 50 lotes do medicamento.

A Farma-Química Sur teve sua licença suspensa e não pode fabricar, importar ou distribuir medicamentos.

A farmacêutica tem uma fornecedora na Índia e foi divulgado pelo jornal Granada Hoy que a contaminação foi na fonte.

Autoridades espanholas dizem que o problema é isolado às fórmulas para as crianças e que os adultos que tomam cápsulas de omeprazol não devem se preocupar com o desenvolvimento da “síndrome do lobisomen”.

O que é a “síndrome do lobisomen”?

A hipertricose é o termo usado para crescimento de pelos em qualquer parte do corpo em excesso da quantidade normalmente presente em pessoas da mesma idade, raça e gênero.

É uma condição muito rara em que os pacientes nascem com ela ou a desenvolvem mais tarde na vida.

As opções de tratamento são limitadas e os resultados de terapia nem sempre são satisfatórios.

Nenhum método único de remoção de pelos é apropriado para todas as partes do corpo ou pacientes, e o adotado dependerá da personalidade, área e quantidade de pelos que cresceram, assim como idade do paciente e sua preferência.

Métodos de tratamento incluem procedimentos estéticos, clareamento, aparagem, depilações químicas, depilações eletrocirúrgicas e remoção com laser.

A remoção a laser é o método mais eficiente atualmente disponível.

Fonte: Daily Mail


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!