Bolsonaro viaja ao Japão onde participará da cúpula do G20

Publicado em 26 de junho de 2019, em Notícias do Mundo

O presidente Jair Bolsonaro participará da reunião de líderes do G20 e terá reuniões bilaterais com chefes de Estado.

Neste Artigo:
&nbspBolsonaro viaja ao Japão onde participará da cúpula do G20
Presidente Jair Bolsonaro (banco de imagens)

O presidente Jair Bolsonaro viajou na noite de terça-feira (25) para o Japão, onde participará da reunião de líderes do G20 e terá reuniões bilaterais com chefes de Estado.

Publicidade

O G20 é um grupo formado pelos ministros de finanças e chefes dos bancos centrais das 19 maiores economias do mundo, mais a União Europeia. Foi criado em 1999.

De acordo com o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, os principais desafios a serem debatidos nessa cúpula são comércio internacional; tensões comerciais que afetam o crescimento e investimento por conta das incertezas; e o unilateralismo e multilateralismo versus protecionismo.

Os temas permanentes do grupo – estabilidade financeira e econômica, energia e desigualdade social – também farão parte das discussões.

O porta-voz destacou que o Brasil vai defender a reforma da Organização Mundial do Comércio para tornar o comércio internacional mais equilibrado. O país também é contra tornar mais restritas as regras para subsídios industriais.

“O Brasil negocia qualquer tema, mas se tornarem mais restritas as regras para subsídios industriais, o Brasil vai propor regras para subsídios agrícolas”, disse, explicando que o tema ainda não está em discussão, mas que é direito do governo brasileiro colocar as suas intenções.

“Eventualmente, se tivermos que enfrentar decisões de tratativa advindas de outros países, nós vamos ter que usar as ferramentas diplomáticas e comerciais que são naturais nesses tipos de negociação”, explicou Rêgo Barros.

Alguns temas específicos propostos pela presidência japonesa também serão discutidos durante a cúpula, como lixo plástico no mar; envelhecimento e encolhimento populacional; sociedade 5.0; infraestrutura com equilíbrio econômico e sustentabilidade ambiental; fluxo de dados; inteligência artificial; e políticas anticorrupção.

Bilaterais

O embarque da comitiva presidencial brasileira, na Base Aérea de Brasília, estava previsto para terça (25), às 23h, com chegada em Osaka, no Japão, às 13h35 (horário local), de quinta-feira (27).

Na mesma noite, Bolsonaro terá um jantar privado e na sexta-feira (28) iniciará a agenda da cúpula do G20. Além das sessões plenárias dos líderes, estão previstas reuniões paralelas sobre economia digital e empoderamento das mulheres.

Na manhã de sexta-feira, Bolsonaro se reunirá com o presidente do Banco Mundial, David Malpass, e receberá um troféu de dirigentes da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil.

Aproveitando a ocasião, o presidente brasileiro também terá reuniões bilaterais confirmadas com o presidente da China, Xi Jinping, com os primeiros-ministros da Índia, Narendra Modi, e de Singapura, Lee Hsien-Loong, e com o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman.

Paralela ao G20, haverá ainda uma reunião informal dos líderes do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) sobre temas essencialmente econômicos na área de inovações, digital, energia e transições energéticas.

Cooperação e Brics

Segundo o porta-voz Rêgo Barros, como presidente pro tempore do Brics em 2019, o Brasil terá como prioridade a cooperação intra-agrupamento e as iniciativas que podem fazer a diferença na vida dos cidadãos dos países, como a instituição de bancos de leite materno.

Do alto escalão do Executivo, integrarão a comitiva presidencial para o Japão o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno; o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, Otávio Brandelli; e os secretários executivos do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, e da Casa Civil, José Santini.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que preside a Comissão de Relações Exteriores da Câmara; Filipe Martins, assessor internacional da Presidência; Arthur Weintraub, que colabora com o presidente; Carlos França, chefe do cerimonial do Planalto; e o deputado federal Helio Lopes (PSL-RJ) também viajam com Bolsonaro.

A partida de volta para o Brasil está prevista para as 17h50 (horário local de Osaka), de sábado (29), com chegada na segunda-feira (1º) ao Brasil.

Via Agência Brasil


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
UNIP Faculdade à distância
Kumon - Estude japonês!