Em carta, Kim Jong-un pede segundo encontro com Donald Trump

Publicado em 11 de setembro de 2018, em Notícias do Mundo

Segundo a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, o presidente recebeu a carta a qual ela descreveu como “muito calorosa, muito positiva”.

Neste Artigo:
&nbspEm carta, Kim Jong-un pede segundo encontro com Donald Trump
O primeiro encontro entre Kim Jong-un e Donald Trump ocorreu em junho deste ano em Singapura (NHK)

O presidente dos EUA Donald Trump recebeu uma carta do líder norte-coreano Kim Jong-un solicitando uma segunda reunião após o encontro histórico entre eles em Singapura, há pouco mais de dois meses.

Publicidade

A secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, disse aos repórteres na segunda-feira (10) que o presidente havia recebido a carta a qual ela descreveu como “muito calorosa, muito positiva”.

Ela disse que o propósito preliminar da carta era solicitar e agendar um segundo encontro com  presidente.

Sanders disse que a Casa Branca está aberta à reunião proposta e já está no processo de coordenar o encontro. Ela frisou que o horário e local da segunda reunião ainda não foram decididos.

Trump disse na semana passada que uma carta de Kim estava sendo entregue a ele, indicando que o conteúdo seria positivo.

O novo desenvolvimento ocorre em uma época de lento progresso em termos de negociações entre Washington e Pyongyang na desnuclearização da Coreia do Norte.

Trump parece estar disposto a enfatizar aos eleitores americanos que ele está construindo boas relações com Kim na preparação para as eleições de meio termo em novembro.

Fonte e imagem: NHK


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Easy Car Ride, carros e financiamentos
UNIP - Faculdade a distância no Japão