Influencers podem ser deportados por pegadinha com máscara em Bali

Publicado em 28 de abril de 2021, em Ásia

Os influencers, de nacionalidades taiwanesa e russa, foram aos extremos, tudo sob o pretexto de criar conteúdo para seus seguidores.

Neste Artigo:
&nbspInfluencers podem ser deportados por pegadinha com máscara em Bali
Os influencers, Josh Paler e Leia Se (com a máscara pintada no rosto) dentro de supermercado em Bali (YouTube/Berita Satu)

Dois influencers em Bali, na Indonésia, se filmaram indo aos extremos a fim de evitar cumprir regras relacionadas ao uso de máscara – tudo sob o pretexto de criar conteúdo para seus seguidores.

Publicidade

Agora, entretanto, eles estão enfrentando as duras consequências de suas ações, incluindo a possibilidade de deportação.

Josh Paler e Leia Se, são os dois influencers por trás do vídeo, o qual parece ter sido removido de seus perfis na mídia social, mas que foi repostado em outros lugares.

Imagens mostram a dupla tentando entrar em um supermercado em Bali, mas são proibidos porque Se não está usando máscara. A fim de evadir as regras quanto ao uso do item de proteção, eles voltam para o carro onde Lin usa maquiagem para pintar a aparência de uma máscara cirúrgica de cor azul no rosto de Se.

O “produto final” não parece uma máscara real, completa com cordões, desde que Se não abrisse a boca.

Com a máscara pintada no rosto, a dupla passa pela segurança do estabelecimento facilmente. Enquanto eles caminham pelo supermercado tentam evitar suspeitas. “Você não pode falar”, diz Lin a Se.

“Eu não acredito que isso funcionou”, diz ele.

O vídeo, que parece ter sido postado no início deste mês, espalhou comentários negativos disseminados.

De acordo com a Coconuts Bali, Lin e Se, que são de nacionalidades taiwanesa e russa, respectivamente, agora enfrentam a possibilidade de deportação de Bali. Seus passaportes já teriam sido confiscados pelas autoridades.

Em Bali, estrangeiros que são pegos resistindo a regras relacionadas ao uso de máscara enfrentam um multa de US$68,76. Após uma segunda violação, o cidadão estrangeiro pode ser deportado.

Enquanto os destinos dos influenciadores ainda não estejam claros, parece que eles perceberam a gravidade de suas ações. Em um vídeo postado no Instagram em 23 de abril, Lin e Se pediram desculpas formalmente pelas suas ações junto com um advogado.

 

この投稿をInstagramで見る

 

Josh Paler Lin(@joshpalerlin)がシェアした投稿

Fonte: Newsweek


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão