Outro surto de Covid-19 ligado à igreja na Coreia do Sul; mais de 200 infectados

Publicado em 17 de agosto de 2020, em Ásia

O ministério da saúde sul-coreano apresentou uma queixa contra o responsável da igreja pela suspeita de violar a lei de prevenção de doenças infecciosas.

Neste Artigo:
&nbspOutro surto de Covid-19 ligado à igreja na Coreia do Sul; mais de 200 infectados
Mais de 200 membros de uma igreja em Seul estavam infectados com o novo coronavírus (NHK)

Autoridades da saúde na Coreia do Sul disseram que cerca de 250 pessoas ligadas a uma igreja em Seul estavam infectadas com o novo coronavírus.

Publicidade

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar reportou 279 novos casos do vírus no domingo (16), o maior total diário desde o início de março. Ele disse que Seul confirmou mais de 100 infecções em um único dia pela primeira vez.

Segundo autoridades, houve a confirmação de que 249 pessoas conectadas à Igreja Sarang Jeil foram infectadas ao longo de 4 dias até o domingo (16).

O ministério apresentou uma queixa contra o pastor da igreja pela suspeita de violar a lei de prevenção de doenças infecciosas.

Ele teria violado regras de autoquarentena e escondido parte de uma lista de membros da igreja que deveriam passar por teste PCR.

O pastor e seus seguidores também teriam participado de uma manifestação conservadora antigoverno na central de Seul no sábado (15).

O presidente Moon Jae-in postou no Facebook que tais atos são comportamentos extremamente aberrantes que jogam água fria nos esforços das pessoas. Ele acrescentou que eles representam um desafio claro ao sistema de prevenção e controle de doenças do país.

Moon também manifestou a intenção do governo em tomar uma abordagem severa com a igreja e fazer tudo que ele pode para controlar o vírus.

Entre fevereiro e março, a Coreia do Sul havia reportado mais de 5 mil infecções relacionadas à igreja Shincheonji, que tornou a nação a segunda mais afetada pelo coronavírus na época.

A Coreia do Sul se manteve como um dos países desenvolvidos com as taxas de infecção e mortes mais baixas desde os dias iniciais da epidemia. Seul conseguiu evitar lockdowns rigorosos através de testes rápidos e rastreamento de contato detalhado.

Fonte: NHK, Bloomberg


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Produtos Brasileiros no Japão