Número de novos casos de coronavírus na China continua em queda

Publicado em 30 de março de 2020, em Ásia

O número de novas infecções caiu de forma acentuada na China continental em relação ao pico em fevereiro.

Neste Artigo:
&nbspNúmero de novos casos de coronavírus na China continua em queda
Mulher usando máscara de proteção (ilustrativa/PM)

A China continental reportou queda no número de casos de coronavírus pelo 4º dia consecutivo no domingo (29), enquanto Pequim busca eliminar uma segunda onda de infecções ao fechar suas fronteiras a viajantes estrangeiros e reduzir voos internacionais.

Publicidade

A Comissão Nacional de Saúde disse em uma declaração nesta segunda-feira (30) que 31 novos casos de coronavírus foram registrados no domingo, incluindo uma transmissão local, caindo de 45 casos em relação ao dia anterior. Quatro novas mortes foram registradas, levando o número cumulativo de óbitos em decorrência do surto de Covid-19 na China continental para 3.304, de 81.470 infecções.

O número de novas infecções caiu de forma acentuada na China continental em relação ao pico em fevereiro.

O governo está agora exortando negócios e fábricas a reabrirem enquanto lança vários estímulos fiscais e monetários para induzir a uma recuperação do que muitos agora esperam ser uma total contração econômica no período de janeiro a março.

A província de Hubei, onde o coronavírus emergiu pela primeira vez em dezembro de 2019, não reportou nenhum caso de Covid-19 pelo 6º dia consecutivo no domingo após a província de 60 milhões de pessoas ter retirado suas restrições no tráfego e retomado alguns voos domésticos para outras partes da China.

Pequim continua preocupada em relação ao risco de uma segunda onda de epidemia provocada por casos envolvendo viajantes que vêm à China que foram infectados no exterior.

O vírus se espalhou globalmente, infectando centenas de milhares fora da China.

A China proibiu a entrada de estrangeiros e ordenou que companhias aéreas reduzissem o número de voos internacionais para o país. A grande maioria dos chamados “casos importados” reportados até agora foram de cidadãos chineses, muitos dos quais são estudantes.

Fonte: Agência Reuters


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!