Cães e gatos não podem transmitir coronavírus, mas podem testar positivo

Publicado em 6 de março de 2020, em Ásia

Um cão em Hong Kong sob quarentena testou fraco positivo para o vírus em 27 e 28 de fevereiro e em 2 de março.

Neste Artigo:
&nbspCães e gatos não podem transmitir coronavírus, mas podem testar positivo
Veterinária segurando um cachorro e um gato (ilustrativa/PM)

Cães e gatos de estimação não podem transmitir o novo coronavírus para os humanos, mas eles podem testar positivo para baixos níveis do patógeno se eles o contraírem de seus donos.

Publicidade

Essa é a conclusão do Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação de Hong Kong após um cão sob quarentena ter testado fraco positivo para o vírus em 27 e 28 de fevereiro e em 2 de março, usando amostras das cavidades nasal e oral do animal.

Um porta-voz não identificado do departamento teria dito em uma coletiva de imprensa que “atualmente não há evidência de que animais de estimação podem ser uma fonte da infecção Covid-19 ou que eles podem ficar doentes”.

Cientistas suspeitam que o vírus conhecido como SARS-CoV-2 que causa a doença se originou em morcegos antes de passar a outras espécies, possivelmente um pequeno mamífero selvagem, que o passou para os humanos.

Entretanto, especialistas da Escola de Saúde Pública da Universidade de Hong Kong, do Colégio de Medicina Veterinária e Ciências da Vida da Universidade da Cidade de Hong Kong e da Organização Mundial para Saúde Animal concordaram de forma unânime que o cão tem um baixo nível da infecção e que ele é “provavelmente um caso de transmissão de humano para animal”.

O cão, e um outro em quarentena que testou negativo para o vírus, será testado novamente antes de ser liberado. O departamento sugeriu que qualquer pet, incluindo cães e gatos, de famílias onde alguém testou positivo para o vírus deveriam ser colocados em quarentena.

Em geral, donos de animais devem manter a boa higiene, incluindo a lavagem das mãos antes e depois de tocar nos animais e não beijá-los. As pessoas que estão doentes devem evitar contato com os pets e um veterinário deve ser procurado se mudanças nas condições de saúde do animal de estimação forem detectadas.

“Além de manter práticas de boa higiene, donos de pets não precisam ficar excessivamente preocupados e sob nenhuma circunstância devem abandonar seu animais de estimação”, disse o porta-voz.

Fonte: Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão