Cão de estimação ‘testa positivo’ para coronavírus em Hong Kong

Publicado em 28 de fevereiro de 2020, em Ásia

O cão apresentou 'fraco positivo' para coronavírus. Testes adicionais serão realizados e se confirmado, o animal seria o primeiro caso de um pet sendo infectado pelo Covid-19.

Neste Artigo:
&nbspCão de estimação ‘testa positivo’ para coronavírus em Hong Kong
(ilustrativa/PM)

Um cão de estimação de uma paciente infectada pelo coronavírus em Hong Kong testou “fraco positivo” para o Covid-19, anunciou o governo da cidade nesta sexta-feira (28).

Publicidade

O positivo do teste, entretanto, poderia ser resultado de contato com os fluidos corporais da dona na boca e nariz do cão, e não necessariamente significa que o animal por si só contraiu a doença.

Um porta-voz do Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação de Hong Kong disse à mídia local que havia recebido um encaminhamento do Departamento de Saúde na quarta-feira (26) para cuidar de um cão que pertencia a um dos 93 pacientes infectados da cidade.

Funcionários do departamento pegaram o cão naquela noite de um flat residencial em Tai Hang e o levaram a uma instalação de animais onde amostras orais, nasais e retais foram coletadas para testar o vírus.

A declaração enfatizou que o cão não apresentou qualquer sintoma e não havia evidência até agora de que animais de estimação poderiam contrair coronavírus ou transmiti-lo às pessoas, divulgou o South China Morning Post.

Em uma conta no Facebook a mulher aparece com um cão da raça Spitz-alemão-anão.

Autoridades disseram que vão monitorar o pet de perto e coletar mais amostras para testes a fim de confirmar se ele foi realmente infectado, ou se foi resultado de contaminação ambiental da boca e nariz do cão.

O cão só será devolvido à sua dona quando os resultados dos testes vierem negativo. Atualmente ele está sendo mantido em quarentena em uma instalação, a qual estará sujeita a procedimentos de limpeza e desinfecção.

Muito ainda é desconhecido sobre o vírus

Muita coisa ainda não se sabe sobre o vírus que está se espalhando em todo o mundo após emergir na central da China em dezembro passado.

Acredita-se que o contágio aos humanos foi a partir de morcegos e o vírus vem se espalhando de várias maneiras, mas o departamento de agricultura de Hong Kong disse que não tem evidência de que animais de estimação podem ser infectados, ou serem uma fonte de infecção para as pessoas.

Se confirmado, o cão seria o primeiro caso de um pet sendo infectado pelo coronavírus em meio a um surto global que agora acomete mais de 82 mil pessoas e causou a morte de cerca de 2,8 mil.

Fontes: nzherald.co.nz, Bloomberg


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão