Novo coronavírus é ‘contagioso antes dos sintomas aparecerem’, revela ministro chinês

Publicado em 27 de janeiro de 2020, em Ásia

Várias cidades chinesas impuseram restrições de viagens significativas. Wuhan, na província de Hubei, a fonte do surto, está em isolamento efetivo.

Neste Artigo:
&nbspNovo coronavírus é 'contagioso antes dos sintomas aparecerem’, revela ministro chinês
(Imagem ilustrativa/PM)

O novo coronavírus (2019n-CoV) que infectou mais de 2 mil pessoas é contagioso em seu período de incubação – antes dos sintomas aparecerem – dificultando sua contenção, disseram oficiais na China.

Publicidade

Cinquenta e seis pessoas morreram por causa do vírus. O Ministro da Saúde chinês Ma Xiaowei disse aos repórteres que a habilidade do vírus se espalhar pareceu estar ficando mais forte.

Várias cidades chinesas impuseram restrições de viagens significativas. Wuhan, na província de Hubei, a fonte do surto, está em isolamento efetivo.

As infecções estavam em um “estado de contenção crucial”, disse Xiaowei.

Oficiais anunciaram que a venda de carne animais selvagens na China seria banida a partir de domingo (26). Acredita-se que o vírus tenha se originado de animais, mas nenhuma causa foi identificada oficialmente.

Em humanos, o período de incubação – durante o qual uma pessoa tem a doença, mas nenhum sintoma ainda – varia de 1 a 14 dias, acreditam oficiais.

Sem sintomas, uma pessoa pode não saber que tem a infecção, mas ainda pode transmiti-la.

Esse é um desenvolvimento significante na compreensão do vírus e a extensão que a China terá que ir, para detê-lo.

Pessoas com SARS (síndrome respiratória severa aguda) e Ebola podem infectar outras somente quando os sintomas aparecem.

Surtos do tipo são relativamente fáceis de deter – identificar e isolar pessoas que estão doentes e monitorar qualquer um que tenha tido contato com elas.

A influenza, no entanto, é o exemplo mais famoso de um vírus que você pode espalhar antes mesmo de saber que está doente.

Todos estão em um estágio em que as pessoas estão dizendo que isso poderia ser uma pandemia global como a gripe suína.

Entretanto deter tais “espalhadores sem sintomas” vai dificultar mais o trabalho de autoridades chinesas.

Como estão as coisas em Wuhan

O prefeito da cidade, Zhou Xianwang, disse que há expectativa de mil novos pacientes em Wuhan. Em hospitais locais há filas de pessoas buscando tratamento.

Entretanto, Zhou disse que um aumento das doações privadas ajudou a reduzir a escassez de alguns equipamentos médicos.

Sem táxis nas ruas, motoristas voluntários estão transportando pessoas a hospitais lotados.

O que é o vírus?

O vírus em si é um novo coronavírus – uma família que normalmente afeta os animais.

Uma variante humana causa a gripe comum, mas uma outra, a SARS, matou centenas em um grande surto que ocorreu em 2003.

O novo vírus causa infecção severa aguda.

Os sintomas parecem começar com uma febre, seguida por tosse seca e então, após uma semana, leva à dificuldade de respirar e alguns pacientes precisam de tratamento no hospital.

Não há cura específica ou vacina.

No fim de sábado (25) na China, havia 1.975 casos e mais 2.684 suspeitos, disse a Comissão Nacional de Saúde.

Como o vírus está se propagando?

A rápida propagação da doença coincide com o feriado de Ano Novo Lunar, sob circunstâncias normais um dos períodos de viagens mais movimentados no calendário chinês.

O governo anunciou que estenderá o feriado em três dias até 2 de fevereiro em um esforço a mais para conter o surto.

De Wuhan, uma cidade de 11 milhões de pessoas, a doença se espalha em número menores para cidades vizinhas e províncias. Até sábado, casos foram reportados em toda a China.

As autoridades em Hong Kong bloquearam visitantes de Hubei de entrarem no território, com exceção de residentes de Hong Kong que retornam.

Um pequeno grupo de manifestantes ateou fogo no saguão de um prédio em Hong Kong o qual as autoridades haviam marcado para um centro de quarentena. Os planos agora parecem ter sido descartados.

Fora da China, um pequeno número de infecções foi relatado em nações asiáticas vizinhas, mas também mais longe.

Casos foram confirmados no Japão, Taiwan, Nepal, Tailândia, Vietnã, Singapura, Austrália, EUA e França.

Outros países realizaram testes em casos suspeitos – por exemplo, o Reino Unido submeteu 31 pessoas a testes, mas todos os resultados deram negativo.

Os EUA estão extraindo seu pessoal consular em Wuhan, enquanto o Japão e o Reino Unido disseram que estão considerando evacuar cidadãos.

Fonte: BBC


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Easy Car Ride, carros e financiamentos
Kumon - estude japonês por correspondência!
Empregos no Japão - Outsorcing