Coreia do Sul confirma primeiro caso de peste suína africana

Publicado em 18 de setembro de 2019, em Ásia

A peste suína africana já se espalhou pela China, que é lar para cerca da metade da criação de porcos do mundo, e foi confirmada na Coreia do Norte.

Neste Artigo:
&nbspCoreia do Sul confirma primeiro caso de peste suína africana
Porcos em um criadouro (imagem ilustrativa)

O governo da Coreia do Sul diz que confirmou seu primeiro caso da altamente contagiosa e fatal peste suína africana.

Publicidade

O ministro da agricultura Kim Hyeon-soo anunciou na terça-feira (17) que um surto foi confirmado em um criadouro na cidade de Paju, província de Gyeunggi, perto da zona desmilitarizada entre as duas Coreias.

Cinco porcos foram encontrados mortos na segunda-feira (16) e testes detalhados confirmaram a infecção. O ministério tinha planos de abater cerca de 4.000 suínos na área na terça-feira.

Autoridades do ministério também vão desinfetar todas as fazendas de porcos no país e investigar se há quaisquer casos suspeitos.

As autoridades vão proibir a circulação de todos os veículos nas fazendas de porcos e fábricas de ração até a quinta-feira (19).

A peste suína africana já se espalhou pela China, que é lar para cerca da metade da criação de porcos do mundo, e foi confirmada na Coreia do Norte.

No Japão nenhuma infecção por peste suína africana foi confirmada, mas o ministério da agricultura planeja tomar medidas detalhadas para prevenir que o vírus não entre no país. O ministério diz que o vírus não infecta os humanos.

(atualização em 18 de setembro às 16h)

Segundo caso confirmado

Autoridades sul-coreanas confirmaram na quarta-feira (18) um segundo caso de peste suína africana perto de sua fronteira com a Coreia do Norte, aumentando preocupações de que um surto pode se espalhar e causar caos na massiva criação de porcos do país.

Há planos de abater cerca de 5.000 porcos criados em uma fazenda na cidade de Yeoncheon após a doença altamente contagiosa ter sido confirmada em testes feitos em um suíno morto, disse um oficial do ministério da agricultura sul-coreano.

Cerca de 4.000 suínos foram abatidos e a quarentena foi intensificada na terça-feira (17) após a confirmação na cidade de Paju do primeiro caso da doença no país.

Fonte: NHK, Asahi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!