Google desativa 210 contas do Youtube por envolvimento com governo chinês

Publicado em 23 de agosto de 2019, em Ásia, Tecnologia

Google, Facebook e Twitter relatam que governo chinês utilizava as plataformas das empresas para promover a discórdia entre os manifestantes de Hong Kong.

Neste Artigo:
&nbspGoogle desativa 210 contas do Youtube por envolvimento com governo chinês
Protesto em Hong Kong em 9 de junho

O Google já havia anunciado que o governo chinês estava utilizando o Youtube para promover confusão e discórdia entre os protestantes de Hong Kong. Agora, a empresa anunciou a remoção de 210 contas do Youtube por envolvimento com o governo chinês.

Publicidade

No início desta semana, o Twitter e o Facebook relataram que o governo chinês estava espalhando pelas redes sociais informações falsas e fake news sobre os manifestantes de Hong Kong para enfraquecer os protestos. E o Youtube também foi utilizado pelo governo chinês.

Na matéria no blog oficial do Google intitulada “Mantendo a integridade em nossas plataformas“, Shane Huntley, do grupo de análise de ameaças do Google, comenta: “nós desativamos 210 canais do Youtube quando descobrimos que tais canais se comportaram de uma maneira coordenada quando enviavam vídeos relacionados aos recentes protestos em Hong Kong”.

“Esta descoberta foi coerente com as recentes observações e ações tomadas pelo Facebook e Twitter em relação à China”, completa.

No início desta semana, o Twitter comentou que “o governo chinês está utilizando nossa mídia social para promover confusões entre os manifestantes. É uma operação coordenada apoiada pelo governo”.

Segundo o blog do Google, foram utilizadas redes privadas virtuais (VPN) para esconder a identidade dos donos das contas do Youtube. Os VPNs são utilizados amplamente pelos cidadãos da China para passar pelo “Great Firewall”, sistema de censura virtual do governo chinês.

O Google cedeu mais detalhes sobre as contas desativadas e não deixou claro se daria informações técnicas para pesquisadores e especialistas.

Fonte: Techcrunch


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!