Filipinas declaram epidemia de dengue após 622 mortes

Publicado em 7 de agosto de 2019, em Ásia

Número de casos aumentou 98% desde o ano passado, mas o governo continua proibindo a vacina.

Neste Artigo:
&nbspFilipinas declaram epidemia de dengue após 622 mortes
Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue (ilustrativa/banco de imagens)

Um surto da febre de dengue nas Filipinas foi declarado uma epidemia nacional após causar centenas de mortes neste ano.

Publicidade

O país registrou 146.062 casos de dengue de janeiro a 20 de julho deste ano, 98% a mais do que o mesmo período em 2018, disse o departamento de saúde. O surto causou a morte de 622 pessoas.

A declaração de uma epidemia significa que governos locais poderão extrair fundos centrais de emergência para melhorar sua resposta ao surto.

A dengue é uma infecção viral causada por mosquito encontrado em países tropicais no mundo. Ela pode causar dores nas juntas, náusea, vômito e erupção cutânea, e até problemas respiratórios, hemorragia e falência de órgãos em casos graves. Enquanto não haja tratamento específico para a doença, o cuidado médico de manter os níveis de fluido da pessoa é visto como fundamental.

O departamento de saúde disse que estava realizando uma campanha para focar na descoberta de locais de procriação do mosquito e destruí-los, o que é um meio primário de conter a dengue. Outras agências do governo, unidades governamentais locais, escolas, escritórios e comunidades vão se juntar ao esforço, disse.

O governo em Manila mantém sua posição de proibir a venda, importação e distribuição da vacina Dengvaxia. A cidade introduziu a proibição em fevereiro após as mortes de várias dezenas de crianças que estavam entre as 700.000 pessoas que foram vacinadas em 2016 e 2017 em uma campanha de imunização do governo.

O ministro da saúde Francisco Duque disse que o governo estava estudando um recurso para permitir que a empresa farmacêutica francesa Sanofi coloque a vacina de volta ao mercado filipino, mas descartou usar o medicamento para combater a atual epidemia que atinge mais as crianças pequenas.

“Essa vacina não trata diretamente o grupo mais vulnerável que é o de 5 a 9 anos de idade”, disse Duque.

O uso da vacina, agora licenciada em 20 países de acordo com a Organização Mundial da Saúde – OMS, é aprovado para aqueles na faixa etária de 9 anos ou mais.

Duque disse que as Nações Unidas também alertaram Manila que a vacina “não era recomendada” como resposta a um surto e o “custo-eficácia não era bom”, com uma dose custando 100 pesos (cerca de US$20).

Outros países do sudeste asiático também relataram um aumento nos casos de dengue neste ano, de acordo com a ONU.

Segundo a ONU, a Malásia registrou 62.461 casos até 29 de junho, incluindo 93 mortes, comparado com 32.425 casos e 53 mortes para o mesmo período do ano passado. O Vietnã, no mesmo período, teve 81.132 casos com 4 mortes relatadas, comparado com 26.201 casos incluindo 6 mortes em 2018.

No sul da Ásia, Bangladesh vem enfrentando o pior surto de dengue de todos os tempos, colocando severa pressão sobre o já sobrecarregado sistema médico do país.

Fonte: The Guardian


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão