Coreia do Sul rompe tratado de inteligência militar com o Japão

Publicado em 23 de agosto de 2019, em Ásia, Política e atualizado em 27 de agosto de 2019 as 1:43 PM

Coreia do Sul anunciou o rompimento de tratado de compartilhamento de informações militares sigilosas com o Japão, aumentando ainda mais a tensão entre os países.

Neste Artigo:
&nbspCoreia do Sul rompe tratado de inteligência militar com o Japão
Tensão entre Coreia do Sul e Japão abala não apenas a diplomacia, como também a segurança nacional de ambos os países.

Conhecido como GSOMIA, o “tratado de segurança geral de informação militar entre Japão e Coreia do Sul” foi assinado em 2016 e previa a cooperação de inteligência militar entre os países.

Publicidade

Em meio às tensões comerciais e diplomáticas de ambos os países, a Coreia do Sul anunciou o rompimento do GSOMIA. O tratado era atualizado a cada ano, e poderia ser rompido caso houvesse uma notificação até o dia 24 de agosto.

Antes do dia 24, quando o tratado iria ser renovado automaticamente, o governo coreano realizou uma conferência de segurança nacional às 15h de quinta-feira (22) para discutir sobre o GSOMIA. O anúncio do rompimento do acordo foi dado por Kim You-geun, primeiro diretor adjunto do Escritório de Segurança Nacional.

Segundo Kim, a exclusão da Coreia do Sul dos países com privilégio nas exportações pelo governo japonês foi uma decisão “sem nenhuma prova concreta”. “(Isso) Impactou em uma grande mudança em relação à cooperação de segurança”, disse Kim.

“Em meio a essa situação, decidimos que não é de interesse nacional manter o acordo assinado com o intuito de troca de informações militares sensíveis”, enfatizou Kim antes de anunciar o rompimento do GSOMIA. O governo coreano irá avisar oficialmente o governo japonês até o dia 24.

Após a formalização do tratado em 2016, as principais informações militares compartilhadas eram relacionadas ao lançamento de mísseis da Coreia do Norte. Segundo especialistas militares, o GSOMIA era benéfico para a coleta de informações para promover a segurança tanto da Coreia quanto do Japão.

Fonte: NHK News


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão