Caos na abertura da primeira loja da Costco na China

Publicado em 28 de agosto de 2019, em Ásia

A varejista americana inaugurou sua primeira loja física em Xangai na manhã de terça-feira (27).

Neste Artigo:
&nbspCaos na abertura da primeira loja da Costco na China
Imagem ilustrativa de loja da varejista americana (banco de imagens)

A rede varejista Costco construiu uma imensa cartela de clientes nos EUA, e também em outros países, mas agora é a vez da China.

Publicidade

A primeira loja no país foi tão popular que teve que fechar suas portas logo no primeiro dia de abertura por causa da aglomeração de pessoas.

A varejista americana inaugurou sua primeira loja física em Xangai na manhã de terça-feira (27) e o local ficou muito cheio para ser mantido aberto.

“A loja ficou muito congestionada”, disse a Costco em uma mensagem de texto de alerta aos seus membros na China. “A fim de oferecer uma melhor experiência de compras, a Costco suspenderá as operações no período da tarde. Por favor, não venham”.

A polícia foi enviada para controlar a multidão e o tráfego de veículos nas imediações da loja.

“Para sua segurança, esperamos que os cidadãos que querem ir à Costco possam manter uma atitude racional sobre consumo e evitar sair durante as horas de rush. Aqueles que já estão lá, sigam as ordens”, disse a polícia de Xangai em uma declaração em sua conta verificada na rede social Weibo, o Twitter da China.

As fotos publicadas pela polícia com a declaração incluíram uma de uma placa da Costco no lado de fora da loja: “O estacionamento está lotado. Espera de 3 horas”.

A estrada à frente

Enquanto a Costco já tenha presença online na China há 5 anos através de uma parceria com a empresa de e-commerce chinesa Alibaba, a nova loja física em Xangai marca um investimento significante.

O programa de membership anual da Costco, que forma a maior parte de seu lucro, também é mais barato na China – custa 299 yuans (US$42) comparado a US$60 nos EUA.

Mas apesar da agitação em torno da loja de Xangai, a varejista americana terá que provar que consegue permanecer no país por um longo período.

Ela terá que competir não somente com rivais globais como a Walmart e grandes chinesas como a Alibaba e a JD.com, mas também com as rápidas mudanças econômicas da China e crescente indústria online varejista.

“Há um grande potencial de mercado para a Costco na China, já que seu valor para estratégia de dinheiro é atrativo para muitos consumidores da classe média”, disse Michele Huang, analista na Rabobank em Xangai.

“Se a Costco pode ter êxito a longo termo depende de como ela consegue se adaptar ao cenário varejista dinâmico da China”, enfatizou.

Fonte: CNN Business


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!