Bons motivos para comer caqui, a fruta da época

Publicado em 18 de outubro de 2019, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

Toyohashi garante 70% da produção nacional da fruta muito saudável, rica em nutrientes e indispensável na dieta! Época de se deliciar!

Neste Artigo:
&nbspBons motivos para comer caqui, a fruta da época
Caqui produzido em Toyohashi, pronto para colheita (CBC TV)

O Japão se orgulha de ter exportado a fruta para o mundo, inclusive com o mesmo nome kaki (柿), cuja grafia em português é caqui. 

Publicidade

Um dos símbolos do outono o caqui pode não ter o glamour de uma fruta tropical, mas é rico em nutrientes e tem um ditado popular japonês que define isso. “Quando o caqui ganha colorido avermelhado a cara do médico fica azulada”, de tantas propriedades benéficas que ele tem. 

São mais de mil variedades em todo arquipélago. Uma delas, a Jirogaki, é produzida na cidade de Toyohashi (Aichi). Os 350 agricultores garantem 70% da produção nacional, cuja colheita já começou. 

Uma das características dessa variedade é a carne firme, com crocância ao mastigar, mas doce. 

Benefícios para beleza e saúde 

Conhecida como a fruta que ajuda as pessoas com aquela ressaca do dia seguinte, é também muito indicada para beleza e saúde. Portanto, os benefícios são 3. 

O betacaroteno (vitamina A) é importante, não só para a pele, como para o sistema imunológico. E isso o caqui tem fartamente. 

Também tem o dobro de vitamina C de uma mexerica, um poderoso antioxidante importantíssimo para o corpo, para imunidade e também para o antienvelhecimento.

Tem o mineral manganês em abundância, o qual tem o papel de dar suporte às enzimas que atuam no metabolismo de carboidratos e lipídios. Outro importante mineral é o potássio, o que evita inchaço e acúmulo de líquido no corpo.

&nbspBons motivos para comer caqui, a fruta da época
Fotos do caqui cortados de formas diferentes (Pixabay e Flickr)

O tanino é um ingrediente adstringente do caqui e é um tipo de polifenol. Ajuda a fechar os poros abertos e suprime a ação da melanina, importante para não manchar o rosto.

Cada 100 gramas de caqui possui: 420μg de betacaroteno, 0,1mg de vit. E, 0,03mg de B1, 0,02mg de B2, 0,3mg de niacina, 0,06mg de B6, 18μg de ácido fólico, 0,28mg de ácido pantotênico, 70mg de vit. C, 1mg de sódio, 170mg de potássio, 9mg de cálcio, 6mg de magnésio, 14mg de fósforo e 0,2mg de ferro. E o melhor de tudo: tem apenas 60kCal e 1,6g de fibras.

Como comer caqui

A fruta pode ser servida descascada, crua, como sobremesa. Mas, pode ir para a salada, combinada com folhas verdes, peito de frango ou fatias de salmão. O caqui combina com vários molhos, por isso, não custa experimentar. 

Outra forma é comprar o caqui seco, uma sabedoria dos povos desde a antiguidade. A fruta seca fica mais doce, muito saborosa. Pode ser picada e servida junto com as castanhas e outras frutas secas.

Fontes: CBC TV, Foods Link, Yomeishu e Macaroni


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!
Easy Car Ride, carros e financiamentos