Reflexão: Dia Mundial de Combate à AIDS

Publicado em 27 de novembro de 2018, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

Para lembrar: 1.º de dezembro é uma data estabelecida pela ONU para o combate à Síndrome da Imunodeficiência Adquirida-AIDS, desde 1988.

Neste Artigo:
&nbspReflexão: Dia Mundial de Combate à AIDS
Campanha de prevenção a AIDS (PicPedia/Wikipedia)

No mundo todo o número de pessoas portadoras de HIV-vírus da imunodeficiência humana ultrapassa 36,7 milhões (2016). A cada dia novas 5 mil pessoas são infectadas.

Publicidade

A pessoa pode estar infectada pelo HIV, sendo soropositiva. Pode viver sem a manifestação dos sintomas e não desenvolver a Aids, como pode apresentar os sintomas e fazer tratamento.

No Japão o total de novas pessoas infectadas pelo HIV em 2017 foi de 976, sendo 938 do sexo masculino e 38 do feminino. Dessas, 152 pessoas são estrangeiras.

A grande maioria dos novos casos, ou 709 casos, foram através de relações homossexuais, mas também de heterossexuais (149) e de transmissão de mãe para o bebê (3). O maior público é da faixa etária dos 25 aos 44 anos.

A soma total dos pacientes até 2017, com HIV, é de 19.896, com maioria do sexo masculino; sendo que 3.233 são estrangeiros.

AIDS no Japão

O número de pacientes japoneses com AIDS é de 7.587, somados aos 1.349 estrangeiros, totalizando 8.936 pessoas. A faixa etária mais frequente é dos 35 aos 54 anos, mas também se observa um número relativamente alto a partir dos 60 anos.

Em 2017 foram 3.042 novos pacientes, sendo 2.505 japoneses e 537 estrangeiros.

Até o final do ano anterior os pacientes latino-americanos de HIV somam 313 e de AIDS 205, dentre os estrangeiros.

Como se prevenir da AIDS

As atitudes para prevenção à HIV e AIDS são:

  • uso de preservativo durante a relação sexual
  • não usar agulha de injeção compartilhada
  • a gestante com HIV e AIDS deve se tratar para não transmitir ao feto/bebê
&nbspReflexão: Dia Mundial de Combate à AIDS
Para lembrar da data (Flickr)

O que não é contagioso

Usar toalete público, piscina, compartilhar do mesmo prato de refeição, levar picada de inseto, pessoa ao tossir ou espirrar, segurar o corrimão da escadaria, entre outros, ao contrário do que se imagina, não entram na lista dos riscos de contágio. Fique tranquilo.

Onde fazer o teste

Todas as prefeituras disponibilizam testes gratuitos e confidenciais, sem precisar da identificação com nome completo. Basta procurar pelo Centro de Saúde Pública (保健所, lê-se hokenjo). Dependendo do porte da cidade pode ter mais de um.

Informações sobre AIDS em outros idiomas

Se seus filhos leem somente em japonês, pode tocar aqui para abrir uma página contendo vários livretos, ilustrados e bem explicados.

Para outros idiomas, como português, espanhol, tagalog e outros, veja a lista das entidades. Toque sobre o nome para abrir a respectiva página web.

Compartilhe esta informação com seus amigos!

Fontes: Fundação Japão para Prevenção da AIDS e API (governo)


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
UNIP Faculdade à distância
Kumon - Estude japonês!