Epidemia do eritema infeccioso em 33 províncias do Japão

Publicado em 21 de novembro de 2018, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

O quadro da epidemia do eritema infeccioso é de expansão, por isso, conheça a doença e saiba como evitá-la.

Neste Artigo:
&nbspEpidemia do eritema infeccioso em 33 províncias do Japão
Bebê com eritema infeccioso (Wikipedia)

O Instituto Nacional de Doenças Infecciosas divulgou um relatório sobre a epidemia do eritema infeccioso, também conhecido como quinta doença ou parvirose. No Japão é conhecido popularmente como ringo-byo (リンゴ病) porque as bochechas dos bebês e crianças ficam vermelhas como a maçã.

Publicidade

A doença foi detectada em 33 das 47 províncias e houve um aumento de 45% no período de 5 a 11 deste mês. A média aumentou para 0,64 paciente por instituição médico-hospitalar. Esse índice mostra que é bem maior do que a epidemia no período de 2015 a 2016.

As províncias do norte e da região Kanto são as com mais pacientes por instituição médica. Miyagi tem 4,95, Niigata com 1,7, Tóquio com 1,54, Kanagawa tem 1,41 pessoas, Iwate com 1,05, Saitama com 1,02, Chiba com 0,87, Tochigi com 0,79, e assim por diante.

&nbspEpidemia do eritema infeccioso em 33 províncias do Japão
Quadro da epidemia, por semana de outubro, e a média de pacientes por instituição hospitalar no Japão (Instituto Nacional de Doenças Infecciosas)

O que é eritema infeccioso

É uma doença infecciosa causada pelo vírus chamado parvovírus B19. É transmitida através de contato, seja pela respiração, tosse ou espirro, afetando principalmente as crianças. Mas, adultos, como as gestantes, também podem ser afetados.

No quadro de sintomas nas crianças são observados febre baixa, garganta inflamada, erupções vermelhas na pele (rosto, braços e pernas), coceira, dor de cabeça e fadiga.

No período de incubação do vírus, cerca de 14 dias, o paciente pode disseminar a doença, por isso é recomendado o uso de máscara. Após o aparecimento das erupções não há mais risco de contágio.

No caso dos adultos as erupções não aparecem. No lugar delas sentirá dores nas articulações.

Ao perceber os sintomas a recomendação é de procurar uma clínica ou hospital. As especialidades podem ser de medicina interna (naika), dermatologista (hifuka) e no caso da criança a pediatria (shonika).

Em geral, a recomendação será de repouso e ingestão de líquidos, como a água.

Como se prevenir

Os pais devem orientar as crianças para lavar as mãos com água e sabão frequentemente, pois não há vacina.

Para ler outras matérias relacionadas ao cotidiano toque aqui e selecione.

&nbspEpidemia do eritema infeccioso em 33 províncias do Japão
Lavar as mãos frequentemente ajuda a evitar o contágio (Pexels)
Fonte: CBNews/Yahoo


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão