Inscrever-se no seguro de bicicleta ou não: veja as províncias com obrigatoriedade

Publicado em 3 de abril de 2020, em Dicas Especiais

Assim como todos que possuem um carro estão inscritos em um seguro, os que andam de bicicleta também deveriam. Veja o motivo e onde é obrigatório.

Neste Artigo:
&nbspInscrever-se no seguro de bicicleta ou não: veja as províncias com obrigatoriedade
Garoto andando de bicicleta (Pixabay)

Há províncias e cidades que exigem do usuário de bicicleta a inscrição em algum plano de seguro para ciclista. Em Tóquio essa lei da obrigatoriedade entrou em vigor na quarta-feira (1.º), mas não é a primeira a fazer isso.

Publicidade

Na região metropolitana ocorreram 12 mil acidentes envolvendo usuários de bicicletas somente no ano passado, quando as vítimas recorrem judicialmente para exigir uma compensação pelas lesões e danos.

&nbspInscrever-se no seguro de bicicleta ou não: veja as províncias com obrigatoriedade
Bicicletas sendo usadas em Tóquio como meio de transporte (ANN)

Pioneira em 2015

A pioneira foi a província de Hyogo, no ano de 2015. Mas não foi aleatoriamente. Em Kobe ocorreu um acidente em 2008, provocado por um estudante primário. Ele atropelou uma mulher, pedestre, quando andava de bicicleta. Ela teve fraturas e ficou em coma, por isso, abriu processo contra os responsáveis do menino. O tribunal ordenou o pagamento de uma indenização de 95 milhões de ienes à vítima, em 2013. 

Para que e quem serve o seguro 

Da mesma forma que todo motorista que possui um veículo deve se assegurar, algumas províncias seguiram o exemplo de Hyogo na instituição da obrigatoriedade de ter um plano de seguro, seja individual ou em família. 

Afinal, muitos usam a bicicleta como meio de transporte para a escola ou trabalho, para levar o filho ao jardim de infância, ou simplesmente para os momentos de lazer.

Com isso corre o risco de causar um acidente ou se acidentar. Para cobrir os danos ou lesões pessoais e contra terceiros existem vários tipos de seguro para ciclistas. 

Há companhias que dão assistência do tipo JAF, socorrendo no caso de furar o pneu. 

Como escolher a companhia

Alguns pontos devem ser observados para decidir quais das companhias escolher. 

  • O que o seguro cobre para o usuário: no caso do usuário se ferir, verificar o teto de cobertura do prêmio, como consulta, internação, licença do trabalho, danos da bicicleta e outros. Se o prêmio estiver na faixa dos 100 milhões de ienes, melhor
  • O que o seguro cobre para terceiros e danos materiais: é bom que cubra internação, cirurgia, reconsultas, reabilitação e até morte. E se a vítima tiver que tirar licença do trabalho, mais a indenização, convém verificar o teto do prêmio, além de quanto cobre de danos materiais
  • Verificar se cobre acidente ou incidente de si próprio mesmo sem estar andando de bicicleta no momento 

Quanto custa

Há planos de pagamento integral para um ano, como também de mensalidades parceladas a partir de 340 ienes. Há opções para individual e família, como também para idosos com 70 anos. O valor é bem inferior ao do seguro do carro.

Se é cliente au pode ir até uma loja para verificar ou tocar aqui e abrir a página.

A Rakuten também tem um seguro chamado de Cycle Assist, toque aqui.

Outra companhia é a Sonpo, toque aqui para abri-la.

Outra dica é pedir para a loja onde comprou a bicicleta ajudá-lo a se inscrever no seguro. Nas lojas de conveniência também há panfletos sobre isso. Procure por 自転車保険, lê-se jitensha hoken.

Veja abaixo as províncias e cidades com obrigatoriedade do seguro, outras facultativas ou que influenciam o povo a se inscrever e as que não têm essa exigência.

&nbspInscrever-se no seguro de bicicleta ou não: veja as províncias com obrigatoriedade

Fontes: ANN, Sonpo, au e Rakuten


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!