Gifu: um dos maiores parques de rosas do mundo está florido e perfumado

Publicado em 14 de maio de 2021, em Sociedade

Nada mais relaxante do que apreciar as belas flores, em um parque cheio de cores e aromas da natureza.

Neste Artigo:
&nbspGifu: um dos maiores parques de rosas do mundo está florido e perfumado
Foto: Gifu Shimbun

As rosas da primavera estão em plena floração no Hana Festa Memorial Park na cidade de Kani (Gifu).

Publicidade

Esse imenso parque de 80,7 hectares é considerado um dos maiores jardins de rosas do mundo, com variedades raras, coloridas e perfumadas. 

O Welcome Garden, nova ala, foi inaugurado na primavera do ano anterior. Só nessa área são 5,5 mil roseiras de 18 variedades, com tons rosa e vermelho.  

&nbspGifu: um dos maiores parques de rosas do mundo está florido e perfumado
Foto: Gifu Shimbun

Em qualquer lugar os visitantes podem encontrar um belíssimo pano de fundo para garantir fotos de recordação, como também molduras durante o passeio.   

Esta é a melhor época para caminhar e apreciar a beleza de cada uma das variedades.

A sugestão é usar um calçado confortável para caminhar entre as roseiras e passar um dia relaxante em meio à tanta beleza.

Hana Festa Memorial Park 

花フェスタ記念公園

&nbspGifu: um dos maiores parques de rosas do mundo está florido e perfumado
Foto: Gifu Shimbun
  • Expediente até 14 de novembro: 9h às 17h 
  • Dia de folga: terça-feira
  • Ingresso: ¥1.050 para adultos. Pessoas com deficiência, crianças e adolescentes até o colegial não pagam
  • Estacionamentos: sim, gratuito, para 1,7 mil veículos
  • Local: toque aqui para abrir o mapa e traçar o roteiro

Assista ao vídeo produzido pelo Gifu Shimbun.

Ótimo passeio!

Fontes: Gifu Shimbun e divulgação


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão