Empresários indiciados por sonegação de ¥134 milhões em impostos

Publicado em 8 de fevereiro de 2021, em Sociedade

Autoridades indiciam empresários de empresa de produtos de beleza por sonegação de impostos em importações da China.

Neste Artigo:
&nbspEmpresários indiciados por sonegação de ¥134 milhões em impostos
Imagem: NHK

O Escritório de Taxas de Tóquio anunciou que abriu uma queixa contra executivos da empresa de cosméticos Genteel por suspeita de violação da lei de imposto sobre consumo. Shigi Aoki, 41, presidente, e um ex-executivo de nacionalidade chinesa foram indiciados ao Escritório de Procurações de Tóquio.

Publicidade

Segundo as autoridades, eles fingiam que pagavam o imposto sobre consumo de produtos de tratamento capilar feminino vindos da China a uma empresa fictícia, criada pelos próprios empresários para sonegar o imposto.

Desde março de 2019, a empresa não pagou um total de ¥134 milhões em impostos durante três anos.

A empresa vende produtos para salões de beleza de todo o país. Na homepage, a frase “Top Share Nacional por transações com 3.600 salões e barbearias de todo o país” está escrita em destaque.

Em entrevista para a imprensa, o presidente Aoki comenta: “Obedeci as ordens do Escritório de Taxas de Tóquio e fiz a declaração de correção. Já paguei parte dos impostos sonegados”.

Fonte: Yomiuri


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
Easy Car Ride