Governadores de Aichi e Gifu anunciam novas medidas restritivas

Publicado em 15 de dezembro de 2020, em Sociedade

Com a intenção de frear o aumento de novos casos de infecção pelo coronavírus, Aichi e Gifu têm novas medidas preventivas.

Neste Artigo:
&nbspGovernadores de Aichi e Gifu anunciam novas medidas restritivas
Imagem ilustrativa de bar (Pixabay)

Segunda-feira (14) foi dia de anúncios por parte dos governadores das duas províncias da região Tokai, com o objetivo de frear o aumento de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, especialmente por causa dos clusters. 

Publicidade

Hideaki Omura, de Aichi, explicou sobre a suspensão da campanha Go To Travel, a qual inicia em todo país em 28 deste mês, porém, Nagoia foi excluída antes. A partir de quarta-feira (16) e até 27 ficam canceladas as reservas feitas para quem queria viajar para a capital da província. Em relação às viagens a partir de Nagoia, Omura pediu que as evite.

&nbspGovernadores de Aichi e Gifu anunciam novas medidas restritivas
Governador Omura, de Aichi, em coletiva de imprensa (Nagoya TV)

A outra medida foi ampliar a área do pedido de redução do horário comercial das casas que servem bebida alcoólica. Até então, eram pontuais, em Naka-ku Sakae 4 e 5 chome e Nishiki. Mas, passa a ser em toda Naka-ku, o que inclui Kanayama, Marunouchi, Osu e outras.

Também estendeu o período desse pedido, que era até 18 deste mês, passando a ser até 11 de janeiro. Assim, todos os bares, restaurantes, karaokês, clubes e outros que servem bebida alcoólica devem fechar até 21h. A diária de cooperação continua sendo de 20 mil ienes. 

Takashi Kawamura, o prefeito de Nagoia, declarou que “foi sem nenhuma consulta”, duvidando que incluindo Nagoia no cancelamento da Go To Travel diminuirá o número de novos casos.

Com essas novas medidas o governador pretende reduzir o número de pessoas infectadas, já que Aichi vem registrando os piores números na terceira onda de infecção.

Gifu: medidas e pedido ao povo

&nbspGovernadores de Aichi e Gifu anunciam novas medidas restritivas
Governador Furuta, de Gifu, em coletiva de imprensa (Gifu Shimbun)

Hajime Furuta, governador da província de Gifu, também anunciou sobre o pedido de redução do horário de expediente das casas que servem bebida alcoólica.

Os alvos são as das cidades de Gifu, Ogaki, Kakamigahara, Hashima, Mizuho e Nakatsugawa, onde já foram confirmados clusters de infecção. Nessas 6 cidades são 7,5 mil estabelecimentos, incluindo karaokês e casas de show.

Pede para fechar os estabelecimentos mais cedo, às 21h, no período de 19 deste mês a 12 de janeiro. Pelos 25 dias de expediente reduzido fará uma contribuição de 500 mil ienes.

Também informou sobre a suspensão temporária da campanha Go To Eat e pediu à população que se abstenha de ir para Aichi, onde o número de pessoas infectadas é alto.

Além disso, pediu que se abstenha de sair para comer e beber fora com pessoas que não sejam da família, em grupo de até 5. “Sei que é doloroso mas peço a cooperação”, declarou Furuta.

Fontes: Nagoya TV, CBC TV e Gifu Shimbun


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Produtos Brasileiros no Japão