‘Ijime’ na escola: maior número já registrado

Publicado em 22 de outubro de 2020, em Sociedade

Ministério confirma 612.496 casos de ijime nas escolas, o maior número já registrado.

Neste Artigo:
 'Ijime' na escola: maior número já registrado
Imagem Ilustrativa (banco de imagens /PM)

O MEXT-Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia do Japão divulgou na quinta-feira (22) dados sobre “ijime” nas escolas. No ano fiscal de 2019, foram relatados casos em 82,6% das escolas, o maior já registrado.

Publicidade

No total, as autoridades contabilizaram 612.296 casos, sendo que o bullying no shogakko (ensino primário) quadruplicou nestes últimos 5 anos. Foram relatados 723 casos de jovens em todo o país que sofreram abuso físico e psicológico e pararam de frequentar a escola.

O ministério confirmou 78.787 casos de violência, e 181.272 estudantes do primário e ginásio se recusam a frequentar a escola. O número de suicídios totalizou 317, extremamente preocupante.

Mesmo com a alta no número, 83,2% das escolas disseram que resolveram o problema. Segundo o ministério, o aumento do número de casos é resultado dos esforços em reconhecer a importância do bullying e e tentar resolvê-lo.

Fonte: Asahi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Produtos Brasileiros no Japão