EUA iniciam saída formal da Organização Mundial da Saúde

Publicado em 8 de julho de 2020, em Sociedade

Trump disse que estava suspendendo fundos para a OMS em meados de abril e anunciou sua decisão de retirada da organização em maio.

Neste Artigo:
&nbspEUA iniciam saída formal da Organização Mundial da Saúde
A saída dos EUA da OMS entra em vigor no próximo mês de julho (banco de imagens/PM)

A administração de Trump notificou o Congresso e as Nações Unidas que os EUA estão se retirando formalmente da Organização Mundial da Saúde – OMS, disseram múltiplos oficiais ao CNN, uma ação que ocorre em meio ao crescente número de casos de coronavírus por todas as Américas ao longo da última semana.

Publicidade

A saída, que entra em vigor no próximo mês de julho, atrai críticas de legisladores bipartidários, associações médicas, organizações de defesa e aliados no exterior. O presumível candidato presidencial Joe Biden prometeu na terça-feira (7) reverter a decisão “em seu primeiro dia” se for eleito.

Um oficial do Departamento de Estado também confirmou que “que o aviso de retirada dos EUA, efetiva em 6 de julho de 2021, foi apresentado ao Secretário-Geral das Nações Unidas, que é o depositário para a OMS”.

O porta-voz para o Secretário-Geral António Guterres disse que havia recebido o aviso e “está no processo de verificar junto à OMS se todas as condições para tal saída são correspondidas”.

Essas condições “incluem dar um aviso de 1 ano e atender plenamente o pagamento de obrigações financeiras avaliadas”.

A carta endereçada às Nações Unidas é bem curta, cerca de três frases, disse uma fonte ao CNN, e trava um prazo legal de retirada de 1 ano.

Entretanto, essa fonte também alertou que eles não puderam confirmar que viram a versão final da carta.

Trump disse que estava suspendendo fundos para a OMS em meados de abril e anunciou sua decisão de retirada da organização em maio após ter dito que ela “falhou em realizar as reformas solicitadas e grandemente necessárias”.

O presidente dos EUA havia denunciado a contribuição dos EUA à OMS – de 400 a 500 milhões de dólares – em comparação à da China e acusou consistentemente a organização de ajudar a China em alegadamente encobrir as origens do vírus e permitir sua propagação.

Fonte: CNN


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão