Panasonic venderá negócio de chips para empresa taiwanesa

Publicado em 28 de novembro de 2019, em Sociedade

Fabricantes japonesas de chips, que já foram líderes globais, têm enfrentado dificuldades face à intensa competição com rivais estrangeiras.

Neste Artigo:
&nbspPanasonic venderá negócio de chips para empresa taiwanesa
Panasonic quer se livrar de negócios que dão prejuízo (ilustrativa/banco de imagens PM)

A Panasonic Corp. venderá seu negócio de chips para a Nuvoton Technology de Taiwan, como parte de seu esforço de reestruturação em que ela visa se livrar de operações que dão prejuízo e focar em áreas em crescimento, disse nesta quinta-feira (28) fontes próximas ao assunto.

Publicidade

A empresa sediada na província de Osaka venderá suas participações na Panasonic Semicondutor Solutions, sediada em Quioto, e na TowerJazz Panasonic Semicondutor, um empreendimento conjunto sediado em Toyama que a Panasonic estabeleceu com a firma israelense Tower Semicondutor, disse a fonte.

Fabricantes japonesas de chips, as quais já foram líderes globais, têm enfrentado dificuldades nos últimos anos face à intensa competição com rivais sul-coreanas e taiwanesas.

A venda ocorre quando a Panasonic toma medidas de corte de custos para compensar a lentidão nas vendas na China em meio à prolongada guerra comercial do país com os Estados Unidos.

A empresa japonesa deve registrar um declínio nas vendas e no lucro líquido do grupo pela primeira vez em 3 anos no atual ano fiscal que termina em março.

O CEO da Pansonic, Kazuhiro Tsuga, disse no início deste mês que a empresa “erradicará” todos os negócios que dão prejuízos continuamente até o ano fiscal que termina em março de 2022.

Em julho, a Panasonic havia dito que fechará um local de produção de aparelhos de TV no México em meio à baixa lucratividade.

A fabricante também disse na semana passada que vai retirar toda a produção de painéis de cristal líquido até 2021 devido à intensa competição com rivais estrangeiras.

A Panasonic projeta que o lucro líquido de seu grupo cairá 29.6 por cento ante o ano anterior para 200 bilhões de ienes no atual ano de negócios que termina em março e prevê que as vendas caiam 3.8 por cento para 7.7 trilhões de ienes.

Fonte: Kyodo


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Easy Car Ride, carros e financiamentos
UNIP - Faculdade a distância no Japão