Trágico acidente entre caminhão e trem: morte do motorista e 34 feridos

Publicado em 6 de setembro de 2019, em Sociedade

O acidente ocorrido na quinta-feira, entre o caminhão e trem de passageiros, teria sido por negligência do caminhoneiro.

Neste Artigo:
&nbspTrágico acidente entre caminhão e trem: morte do motorista e 34 feridos
Imagem aérea do acidente mostra vagões descarrilados e caminhão entre a parede e o vagão (Asahi)

O trágico acidente entre caminhão e trem da linha Keikyu, ocorrido na quinta-feira (5), por volta das 11h40, próximo da estação Kanagawa-Shinmachi, em Yokohama, teria sido por negligência do motorista, avaliam os peritos da polícia. O choque descarrilou os 3 primeiros vagões e feriu o condutor do trem, a assistente e mais 32 passageiros, totalizando 34 vítimas. 

Publicidade

Motorista experiente

O motorista que morreu logo em seguida foi identificado como Michio Motohashi, 67 anos, de Narita (Chiba), veterano com mais de 20 anos de experiência como caminhoneiro. Na manhã de sexta-feira (6) a polícia entrou na empresa transportadora Kaneko, de Katori (Chiba), que o empregou há 1 ano e 1 mês, para inspeção. 

De acordo com a polícia de Kanagawa e peritos da Keikyu, o trem colidiu com o caminhão imediatamente após passar pela estação Kanagawa-Shinmachi, pouco antes do cruzamento. Com velocidade de 120Km/h parou a cerca de 80 metros do cruzamento da ferrovia.

Aproximadamente 500 passageiros foram evacuados para os vagões traseiros para poderem sair, pois viram que levantou uma grande fumaça preta do caminhão. 

&nbspTrágico acidente entre caminhão e trem: morte do motorista e 34 feridos
Gráfico mostra como o caminhão tentou fazer manobras para passar pelo cruzamento e foto aérea do acidente (Tokyo Shimbun)

As câmeras de segurança foram verificadas e constatou-se o que as testemunhas relataram. O motorista do caminhão trafegava pela rua paralela aos trilhos e tentou fazer curva à direita para atravessar no cruzamento, mas não conseguiu. Assim, ocorreu a colisão e o caminhão foi arrastado.

Dispositivo de alerta acionado

Nesse cruzamento há um dispositivo de detecção de obstáculos que informa quando um veículo fica no cruzamento da ferrovia. Esse foi ativado, a lâmpada na pista relatando a anormalidade piscou, então o condutor acionou o freio de emergência, mas não deu tempo de parar antes.  

Segundo a companhia Keiyu são necessários pelo menos 500 metros para poder frear e parar, estando na velocidade de 120Km/h. Ela está verificando os detalhes do acidente.

A empresa transportadora informou que os motoristas não costumam passar por essa rota, já que a rodovia 15 fica bem próxima. Imagina-se que ele tenha errado o trajeto e tivesse querendo retornar à rodovia. 

Com o choque o caminhão ficou prensado entre a parede e os 3 dos 8 vagões descarrilados.

Uma equipe gigantesca trabalhou para a remoção dos vagões durante todo o dia e noite, sem conseguir restaurar tudo para o horário do rush de sexta-feira à noite. A companhia também teve que restaurar um poste que foi derrubado com a colisão. É possível que no sábado (7) a linha férrea esteja pronta para ser trafegada.

Assista ao vídeo do jornal Asahi e veja a situação logo depois do acidente.

Fontes: Tokyo Shimbun, ANN, FNN e JNN


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Easy Car Ride, carros e financiamentos
UNIP - Faculdade a distância no Japão