EUA anunciam novas taxas sobre produtos chineses

Publicado em 14 de maio de 2019, em Sociedade

Mesmo com novas tarifas em vigor na semana passada, EUA pretendem elevar tarifas de US$300 bilhões em produtos chineses.

Neste Artigo:
&nbspEUA anunciam novas taxas sobre produtos chineses
Presidente Trump em jantar com o presidente chinês Xi Jinping após a Cúpula do G20 em Buenos Aires, Argentina, em dezembro de 2018 (Imagem: CNBC)

O Escritório do Representante de Comércio dos EUA (USTR) anunciou detalhes sobre novas taxas sobre produtos importados da China no dia 13 de maio. A lista inclui 3.805 categorias de produtos que estão sujeitas a tarifas de até 25%.

Publicidade

A organização pretende realizar uma audiência pública em 17 de junho e ouvir as refutações 7 dias após a audiência. Segundo o site Reuters, as sanções estarão aptas a serem instauradas, no mínimo, até o fim do mesmo mês.

Esta nova lista cobrirá praticamente todos os produtos que não foram afetados pelas tarifas anteriores. Anteriormente, foram impostas tarifas sobre um total de US$ 250 bilhões de produtos importados chineses. Desta vez, aproximadamente US$300 bilhões de produtos chineses, incluindo celulares, computadores, roupas, entre outros, estão na lista.

Provavelmente, os procedimentos serão finalizados antes da ida do presidente Donald Trump à Cúpula do G20, que será realizada nos dias 28 e 29 de junho em Osaka, onde Trump encontrará o presidente da China Xi Jinping para terem “uma reunião muito produtiva”, segundo o presidente americano. Isto permitiria que Trump esteja em uma posição favorável durante a conversa.

Nesta lista estão inclusos produtos com alto impacto na vida dos consumidores, como iPhone e eletrônicos, além de roupas e outros produtos de necessidade básica. Contudo, há a possibilidade de reajustes na quantidade de produtos e nas taxas durante a audiência.

Veja abaixo a lista das principais categorias de produtos afetadas por essas taxas.

  • Roupas (jaquetas, calças, saias etc.)
  • Celulares (como o iPhone da Apple), fones de ouvido etc.
  • Computadores
  • Brinquedos
  • Enfeites de Natal
  • Pasta de dente, fraldas e outros produtos de higiene
  • Raquetes de tênis e outros produtos esportivos
  • Lápis, canetas e outros instrumentos de escrita

Remédios, algumas matérias-primas para remédios e suprimentos médicos, terras raras e recursos minerais importantes estão isentos dessas taxas.

No dia 10 de junho, os Estados Unidos impuseram um aumento nas tarifas sobre US$200 bilhões em produtos chineses. Mesmo tendo novas sanções impostas há tão pouco tempo, Trump havia dado instruções para a preparação desta “quarta lista”. No mesmo dia, Trump escreveu em seu Twitter que não tinha “pressa alguma” para fechar um acordo comercial com a China.

Fonte: Reuters e Asahi Shimbun


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
UNIP Faculdade à distância
Kumon - Estude japonês!