EUA anunciam novas taxas sobre produtos chineses

Publicado em 14 de maio de 2019, em Sociedade e atualizado em 27 de agosto de 2019 as 2:28 PM

Mesmo com novas tarifas em vigor na semana passada, EUA pretendem elevar tarifas de US$300 bilhões em produtos chineses.

Neste Artigo:

&nbspEUA anunciam novas taxas sobre produtos chineses

Publicidade

O Escritório do Representante de Comércio dos EUA (USTR) anunciou detalhes sobre novas taxas sobre produtos importados da China no dia 13 de maio. A lista inclui 3.805 categorias de produtos que estão sujeitas a tarifas de até 25%.

A organização pretende realizar uma audiência pública em 17 de junho e ouvir as refutações 7 dias após a audiência. Segundo o site Reuters, as sanções estarão aptas a serem instauradas, no mínimo, até o fim do mesmo mês.

Esta nova lista cobrirá praticamente todos os produtos que não foram afetados pelas tarifas anteriores. Anteriormente, foram impostas tarifas sobre um total de US$ 250 bilhões de produtos importados chineses. Desta vez, aproximadamente US$300 bilhões de produtos chineses, incluindo celulares, computadores, roupas, entre outros, estão na lista.

Provavelmente, os procedimentos serão finalizados antes da ida do presidente Donald Trump à Cúpula do G20, que será realizada nos dias 28 e 29 de junho em Osaka, onde Trump encontrará o presidente da China Xi Jinping para terem “uma reunião muito produtiva”, segundo o presidente americano. Isto permitiria que Trump esteja em uma posição favorável durante a conversa.

Nesta lista estão inclusos produtos com alto impacto na vida dos consumidores, como iPhone e eletrônicos, além de roupas e outros produtos de necessidade básica. Contudo, há a possibilidade de reajustes na quantidade de produtos e nas taxas durante a audiência.

Veja abaixo a lista das principais categorias de produtos afetadas por essas taxas.

  • Roupas (jaquetas, calças, saias etc.)
  • Celulares (como o iPhone da Apple), fones de ouvido etc.
  • Computadores
  • Brinquedos
  • Enfeites de Natal
  • Pasta de dente, fraldas e outros produtos de higiene
  • Raquetes de tênis e outros produtos esportivos
  • Lápis, canetas e outros instrumentos de escrita

Remédios, algumas matérias-primas para remédios e suprimentos médicos, terras raras e recursos minerais importantes estão isentos dessas taxas.

No dia 10 de junho, os Estados Unidos impuseram um aumento nas tarifas sobre US$200 bilhões em produtos chineses. Mesmo tendo novas sanções impostas há tão pouco tempo, Trump havia dado instruções para a preparação desta “quarta lista”. No mesmo dia, Trump escreveu em seu Twitter que não tinha “pressa alguma” para fechar um acordo comercial com a China.

Fonte: Reuters e Asahi Shimbun


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Easy Car Ride, carros e financiamentos
Kumon - estude japonês por correspondência!
Empregos no Japão - Outsorcing