Como é a prisão, sem privilégios, onde Carlos Ghosn está detido

Publicado em 27 de novembro de 2018, em Sociedade

Com detenção ordenada pelo Ministério Público, Carlos Ghosn e Greg Kelly se encontram na Prisão de Tóquio. Veja como é.

Neste Artigo:
&nbspComo é a prisão, sem privilégios, onde Carlos Ghosn está detido
Corredor da prisão mostrado para a imprensa em junho deste ano (Asahi)

Na prisão, sob suspeita de evasão de divisas e sonegação de imposto, Carlos Ghosn, 64, foi levado do avião da montadora Nissan, no final da tarde de 19 deste mês. Se encontra detido, assim como Greg Kelly, 62, outro ex-diretor da empresa.

Publicidade

O local é a Prisão de Tóquio, próxima à estação Kosuge, na capital japonesa. É uma das 7 instituições que possui câmara de execução.

&nbspComo é a prisão, sem privilégios, onde Carlos Ghosn está detido
Prisão de Tóquio, em Kosuge (FNN)

Atualmente há cerca de 3 mil prisioneiros, sendo que uma parte aguarda julgamento. Segundo o jornal Sankei cerca de 60% das celas são individuais. As demais são para acomodar 6 detentos.

Ele deve estar em uma individual. Cada uma delas tem cerca de 7,5 metros quadrados ou cerca de 3 tatamis. No seu interior há uma pia, um assento sanitário, uma prateleira arredondada para o preso não cometer suicídio, uma janela com vidro temperado e dorme sobre um futon ou na cama. Segundo um especialista, no caso de estrangeiro, em geral, se coloca cama. O piso é ocidental e tem uma pequena mesa.

&nbspComo é a prisão, sem privilégios, onde Carlos Ghosn está detido
Cela individual mostrada para a imprensa em junho (FNN)

Pode receber apenas 1 visita de 15 minutos por dia e conversar em japonês. A imprensa estrangeira avalia que a esposa deve estar sofrendo pois quase não fala o idioma.

&nbspComo é a prisão, sem privilégios, onde Carlos Ghosn está detido
Cela para 6 presos com piso de tatami, mas Ghosn deve estar na individual (Asahi)

Já a visita do advogado não tem horário limitado. Também aos diplomatas a visita é permitida. O embaixador francês esteve em visita no dia seguinte à sua detenção, pois possui cidadania daquele país. João de Mendonça Lima, embaixador brasileiro, o visitou na segunda-feira (26), levando revistas. 

Como é a rotina na prisão

Em geral começa cedo. É preciso se levantar e às 7h estar pronto para a refeição matinal. No caso de preso estrangeiro, pode ser que no café da manhã sejam servidas fatias de pão e salada, no lugar da tradicional comida japonesa.

&nbspComo é a prisão, sem privilégios, onde Carlos Ghosn está detido
Refeições da manhã e do almoço (Asahi)

Depois vai para o interrogatório, almoça ao meio-dia e por volta das 17h se serve do jantar.  

O banho é oferecido somente 2 a 3 vezes na semana. Às 21h é horário de dormir.

Ghosn e Kelly receberam ordem de prisão até 30 deste mês, podendo ser prorrogada por mais 10 dias.

Até lá os homens de negócios que usavam avião particular para locomoção e moram em residências de altíssimo padrão amargam dias e noites inimagináveis na Prisão de Tóquio. Pois no país dos samurais não há privilégio por ser homem de negócios, formado em faculdade, político ou qualquer outra ocupação. O tratamento é o mesmo para todos.

Fontes: Asashi, FNN, Sankei, Spnonichi e Yomiuri 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!