Brasileira Kate Yuri é condenada à prisão perpétua

Publicado em 14 de março de 2019, em Sociedade

A ré brasileira, acusada de matar a ex-colega de escola e enfermeira japonesa Rika Okada, recebeu a sentença de prisão perpétua, do juiz no Tribunal de Osaka.

&nbspBrasileira Kate Yuri é condenada à prisão perpétua
Kate Yuri quando chegou da China (MBS)

No Tribunal de Osaka a ré Kate Yuri Oishi, 34, ouviu a sentença proferida pelo juiz Tetsuo Kamioka, na quinta-feira (14). Conforme o pedido da acusação a sentença foi de encarceramento vitalício.

Publicidade

“Com o objetivo de se passar por outra pessoa foi capaz de agir dessa forma”, justificou o juiz, admitindo capacidade de total responsabilidade.

Ela foi julgada pelos crimes de roubo – documentos e cartões de crédito – e homicídio da enfermeira de Nishinari-Ku, Osaka (província homônima), 29 anos, em 22 de março de 2014, no apartamento da vítima.

O corpo tinha mais de 50 perfurações e foi escondido em um depósito como objeto rotulado de boneca.

Advogado queria abrandar por causa da PID

Um dos pontos do julgamento ficou sobre a PID-perturbação de identidade dissociativa, diagnosticada por um psiquiatra. Com dupla personalidade o advogado colocou em questão a sua responsabilidade criminal.

Por conta desse distúrbio, múltiplas personalidades aparecem e partes da memória são perdidas na sua análise mental. O psiquiatra que a atendeu e depôs na corte, apontou que ela tem uma personalidade original inocente e delicada, enquanto a outra é ousada e cruel. Na época do crime, teria sido governada pela outra personalidade, dizendo que para ela “foi difícil conter a ação”.  

A acusação, no entanto, enfatiza que ela tinha responsabilidade dos seus atos. “Julgou o bem e o mal e poderia ter controlado”, analisou. Isso porque já tinha adquirido a faca e escondido na bolsa antes de bater à porta da casa da amiga. Depois do crime tomou banho no apartamento da vítima, como se quisesse “se limpar”.

Quem é Kate Yuri Oishi

&nbspBrasileira Kate Yuri é condenada à prisão perpétua
Kate quando chegou da China (Kyoto NP)

A brasileira é descendente da terceira geração e veio acompanhando os pais e o irmão, na tenra idade. Foi antes da idade de ingressar na escola. Estudou o primário e o ginásio na província de Nara, onde conheceu Rika Okada. Eram da mesma turma.

Ingressou em uma escola particular na cidade de Osaka para o cursar o colegial. Mas acabou desistindo. Voltou para o Brasil a fim de concluir o ensino médio e buscar suas raízes. No entanto, não conseguiu se acostumar ao ambiente do seu país natal.

Com o ensino médio concluído retornou ao Japão. Perdeu o prazo de renovação do visto de residência e acabou ficando com permanência ilegal, em Tóquio. Em Hachioji fazia arubaitos para seu sustento.

“Queria levar uma vida normal em nome de outra pessoa”, teria confessado. Não conseguiu suprimir essa vontade, o que a encaminhou para o crime. “Eu pensei que precisava matar e me passar pela outra pessoa a fim de redefinir a minha vida”, teria declarado Kate.

Na ocasião, uma chinesa com quem vivia voltou para seu país e Kate não pode acompanhá-la.

Depois do assassinato vai para China

Em 29 de abril de 2014 a ré embarca para China, com passaporte e passagem em nome da vítima, se passando por ela. Foi flagrada por várias mídias japonesas, em companhia da sua amiga, em Shanghai.

&nbspBrasileira Kate Yuri é condenada à prisão perpétua
A reportagem da FNN a flagra na China, com sua amiga

Depois de saber através dos noticiários que o corpo da enfermeira Rika foi encontrado em 21 de maio, em um depósito, onde ela abandonou, se apresentou no Consulado do Japão em Shanghai, no dia 27 do mesmo mês.

Foi entregue às autoridades chinesas e presa por estada ilegal no país. Apesar dos dois países não terem tratado de extradição, através das rotas diplomáticas, a China a mandou para o Japão em 25 de janeiro de 2017. Assim, a polícia de Osaka pode encaminhá-la para a promotoria.

Fontes: Sankei, Yomiuri, Iza, NHK e MBS


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - People Support!!