Enlutado responsabiliza província de Saitama pelo assassinato das 6 pessoas

Publicado em 15 de setembro de 2018, em Sociedade

Os assassinatos ocorreram durante a fuga do peruano da delegacia onde estava detido. Enlutado responsabiliza província por não ter avisado a população local.

&nbspEnlutado responsabiliza província de Saitama pelo assassinato das 6 pessoas
Polícia de Saitama não avisou os residentes de Kumagaya da fuga do peruano, o qual assassinou 6 pessoas enquanto estava foragido (ANN)

Um homem enlutado, 45 anos, por ter perdido a esposa e 2 filhas assassinadas pelo peruano Jonathan L. B. Nakada, 33, há 3 anos, em Kumagaya (Saitama), processa a província.

Publicidade

Em coletiva de imprensa na sexta-feira (14) disse que sua esposa era muito cuidadosa. “Se a polícia tivesse avisado os residentes locais que um detido fugiu há grande possibilidade de ter evitado esses assassinatos”, explica.  

Nakada estava detido sob suspeita de roubo cometido em 13 de setembro de 2015. Fugiu da delegacia e em 4 dias assassinou 6 pessoas das casas da vizinhança onde morava.

Ele está requerendo indenização de 64 milhões de ienes à Província de Saitama. Justifica que “na época, ao questionar a polícia ouvi apenas ‘estávamos tão ocupados que esquecemos de avisar’ o que não foi convincente”. Ele quer um pedido formal de desculpas por considerar essa falha grave. Responsabiliza a província pelo assassinato da sua família e das outras vítimas.

Nakada já foi julgado e condenado à pena de morte por roubo e assassinato.

Fontes: ANN e JNN 
Fotos: ANN


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - aprenda japonês de forma prática!