Falta sangue de pets no Japão

Publicado em 22 de Março de 2018, em Sociedade

Não só os seres humanos recebem transfusão, mas também os pets. Não são poucos os apelos nas redes sociais para doadores.

&nbspFalta sangue de pets no Japão
Falta banco de sangue de pets no Japão pela falta de doadores (Flickr)

Nas redes sociais é comum ver posts dos tutores de cães pedindo para ajudar a vida do pet. Em clínicas veterinárias há um movimento para registrar os cães que possam ser doadores no momento de emergência.

Segundo reportagem da NHK, o cão para ser doador voluntário precisa atender a determinadas características. Deve ter entre 1 a 8 anos, ser saudável, com as vacinas em dia, e pesar mais de 10Kg. Com essas condições é possível obter apenas 100cc de sangue.

Com o aumento de pets menores tem sido difícil registrar voluntários, disse o representante de uma clínica.

Uma clínica veterinária de Saitama cria cães das raças Labrador Retriever e Rottweiler somente para servirem de doadores. Para não prejudicar o cão, depois da doação, é preciso abrir um intervalo de pelo menos 1 mês.

Para os momentos de emergência, a clínica conserva o sangue coletado congelado. Mas tem um problema: a durabilidade.

Aumento do número de cães no Japão

Segundo estatística da Associação de Alimentos para Pets estão registrados 18,446 milhões de animais domésticos – cães e gatos – no país.

O número de cães é de 8,92 milhões. Assim como os seres humanos, a idade média dos cães e gatos vem subindo.

Em 2013  expectativa de vida média dos cães era de 13,85 anos, enquanto que no ano passado subiu para 14,19. Com os gatos acontece o mesmo. Em 2013 era de 14,39 e atualmente é de 15,33 anos.

&nbspFalta sangue de pets no Japão
Doação de sangue tem ajudado vários pets em situações de emergência (Flickr)

Banco de sangue de pets

Diferente de alguns países, o Japão não tem um banco de sangue de pets, como na Suécia, por exemplo.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Florestas e Pescas, não há problema em realizar transfusão de sangue nos pets. Desde que o veterinário obtenha sangue de um cão doador e realize a transfusão no seu hospital veterinário. No entanto, ao fornecer sangue para outras instalações como hospitais e clínicas veterinárias, é necessário confirmar a segurança e qualidade do sangue, e depois obter a aprovação do país.

Sangue artificial de cães e gatos

No que diz respeito ao sangue para a transfusão nos animais domésticos, os institutos de pesquisa anunciaram planos para estabelecer um sistema de abastecimento estável.

Este mês, uma equipe de pesquisa do professor Teruyuki Komatsu, da Universidade de Chuo, anunciou que conseguiu desenvolver sangue artificial de gatos. A mesma equipe também já desenvolveu sangue artificial para cães, no ano retrasado.

&nbspFalta sangue de pets no Japão
Já foi desenvolvido no Japão sangue artificial de cães e gatos  (MaxPixel)
Fonte: NHK 
Fotos: MaxPixel e Flickr

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Empregos no Japão - KOWA
Empregos no Japão - KOWA