Época de ‘kafunsho’: nível de pólen será 2 vezes maior neste ano

Publicado em 23 de fevereiro de 2018, em Sociedade

As quantidades de pólen de cedro e cipreste serão 2 vezes maiores do que o ano passado em algumas partes do país.

&nbspÉpoca de 'kafunsho': nível de pólen será 2 vezes maior neste ano

A primavera ainda está a algumas semanas à frente, mas se você já está apresentando sinais como vermelhidão, inchaço e coceira nos olhos é porque a temporada de alergia ao pólen – polinose ou kafunsho – já começou.

Segundo meteorologistas, as quantidades de pólen de cedro (sugi) e cipreste (hinoki) serão duas vezes maiores em comparação ao ano passado em algumas partes do país.

A má notícia para muitos é resultado de temperaturas mais altas combinadas com horas mais longas de luz do sol e menos chuva no último verão, de acordo com a Japan Weather Association, empresa privada que vem divulgando informação sobre dispersão de pólen desde 1990.

“Prevemos que o nível na província de Aomori será pelo menos o dobro do ano passado”, disse uma porta-voz da Japan Weather, frisando que outras áreas ao longo das regiões de Tohoku a Kinki – incluindo Tóquio e Nagoia – poderão ser atingidas por mais pólen do que a temporada anterior.

Kanagawa foi a primeira província a observar dispersão de pólen neste ano, em 23 de janeiro, de acordo com a agência, que atribuiu a disseminação a uma forte incidência de ventos do sul após nevascas em partes da região Kanto.

O pólen foi confirmado posteriormente nas províncias de Okayama, Ehime, Tokushima e Wakayama, assim como em Shinagawa, Tóquio.

A dispersão do pólen de cedro poderá atingir o pico na província de Fukuoka a partir do final de fevereiro até o início de março e então se espalhar pelas cidades de Hiroshima, Osaka e Nagoia até meados de março. Em Tóquio, o pico poderá ser a partir do início de março ao início de abril.

A nível nacional, a temporada do cipreste japonês terá início por volta do final de março e atingirá o pico em abril.

Neste ano, a dispersão de pólen ocorre mais tarde que o normal devido à forte nevasca e baixas temperaturas vistas em todo o Japão no mês de janeiro.

A Japan Weather faz as estimativas com base nas condições climáticas no verão do ano anterior, observação do crescimento de botões florais e amostras de pólen coletadas em áreas designadas.

Separadamente, o Ministério do Meio Ambiente confirmou a dispersão de pólen em outras áreas, incluindo a região de Kyushu e as províncias de Shizuoka e Yamanashi.

Fonte: Japan Times
Imagem: Bank Image

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Estude Japonês no Kumon
Fujiarte - Empregos no Japão
WAYSU - Empregos no Japão
UNIP Polo Japão