Japão estuda instalar sistema de defesa antimíssil em mais províncias

Publicado em 15 de novembro de 2017, em Sociedade

Para reforçar a proteção contra a ameaça dos mísseis norte-coreanos, o Japão está estudando instalar um novo sistema de defesa antimíssil em 2 províncias, no nordeste e oeste do país.

&nbspJapão estuda instalar sistema de defesa antimíssil em mais províncias
Para reforçar a proteção contra a ameaça dos mísseis norte-coreanos, o Japão está estudando instalar um novo sistema de defesa antimíssil em 2 províncias, no nordeste e oeste do país (News 24/reprodução)

Para reforçar a proteção contra a ameaça representada pelos mísseis norte-coreanos, o Japão está estudando instalar um novo sistema de defesa antimíssil Aegis com base em terra tanto na província de Akita, nordeste do Japão, quanto na de Yamaguchi, no oeste, disse uma fonte do governo no sábado (11).

Sob o plano, a FTAJ – Força Terrestre de Autodefesa do Japão operaria sistemas Aegis Ashore em suas instalações nessas províncias. Contudo, oficiais do Ministério da Defesa se opuseram ao plano, disse a fonte.

O gabinete do primeiro-ministro Shinzo Abe, provavelmente, aprovará a implantação do Aegis Ashore em dezembro, cita a fonte.

Visto que a aquisição de sistema antimíssil não está incluída no esboço do programa de defesa a longo termo, a aprovação do gabinete é necessária para a implantação.

O ministério da defesa já solicitou fundos no orçamento para o ano fiscal que tem início no próximo mês de abril para projetar o programa Aegis Ashore.

O Aegis Ashore utiliza os mesmos componentes usados em destróieres americanos e japoneses. Para oferecer cobertura em todo o Japão, dizem que a implantação das duas unidades é suficiente.

Para evitar uma sobreposição na cobertura, o governo planeja instalar um no leste do Japão e outra no oeste. No entanto, o país continuará estudando locais candidatos porque um Aegis Ashore em Yamaguchi não é capaz de cobrir algumas áreas nas províncias de Kagoshima e Okinawa, segundo a fonte.

Sob o atual sistema de defesa antimíssil do Japão, destróieres Aegis da Força Marítima de Autodefesa equipados com interceptores Standard Missile-3 têm a função de deter mísseis na atmosfera exterior.

Caso eles falharem, interceptores guiados Patriot Advanced Capability-3 superfície-ar da Força aérea de Autodefesa são a próxima linha de defesa contra um ataque de míssil.

Espera-se que a introdução do sistema Aegis Ashore fortaleça o sistema de defesa de míssil balístico do país mais além.

Comparado às operações com base no mar de destróieres Aegis, o sistema Aegis Ashore com base em terra facilita para que a Força de Autodefesa se prepare para interceptações de mísseis porque o sistema seria instalado em um local fixo.

Fonte: Japan Today, Kyodo
Imagem: News 24

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Clínica Dental ai - atendimento em português
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Empregos no Japão by Fujiarte
Waysu - Empregos com segurança!