Governo pede à Kobe Steel que informe a real extensão de falsificação de dados

Publicado em 12 de outubro de 2017, em Sociedade

No mais recente escândalo a atingir a indústria japonesa, governo japonês pede informações à Kobe Steel por falsificação de dados sobre qualidade do aço.

&nbspGoverno pede à Kobe Steel que informe a real extensão de falsificação de dados
Os materiais afetados são usados em uma ampla variedade de produtos que podem incluir foguetes, aeronaves e carros (NHK/reprodução)

Na quarta-feira (11), o governo japonês exigiu que a fabricante de aço Kobe Steel esclareça a extensão de manipulação de dados de inspeção sobre aço, alumínio e outros metais usados em uma ampla variedade de produtos que podem incluir foguetes, aeronaves e carros, no mais recente escândalo de qualidade a atingir a indústria japonesa.

A Kobe Steel, a terceira maior fabricante de aço do Japão, anunciou que entre 1º de setembro de 2016 e 31 de agosto deste ano, ela vendeu materiais de alumínio e cobre usando dados falsos sobre aspectos como a resistência do produto.

O vice- secretário chefe do gabinete Kotaro Nogami disse aos repórteres que o governo estava buscando mais informações sobre o problema e tentando determinar seu possível impacto sobre a segurança do produto. Ele criticou a falsificação aparentemente generalizada de dados como “inadequada.”

Cerca de 200 dos clientes da Kobe Steel, incluindo fabricantes de equipamentos de defesa, foram afetados, disse Nogami. Ele não identificou as empresas pelo nome, mas várias montadoras disseram na quarta-feira (11) que estão cientes do problema e que estão investigando.

Não ficou claro se o total de 40.900 toneladas de produtos envolvidos incluiu envios a outros países.

O problema foi descoberto durante inspeções internas e “controles de qualidade de emergência”.

A Kobe Steel disse que estava entrando em contato com os clientes e trabalhando para verificar a segurança dos produtos fornecidos por ela.

Vários escândalos relacionados à qualidade de produtos

Escândalos de qualidade de produtos têm vindo à tona no Japão com crescente frequência nos últimos anos. Em um dos maiores, a fabricante de peças para carros Takata Corp., pagou 1 bilhão de dólares em multas por ocultar um defeito de airbag que ocasionou pelo menos 19 mortes em todo o mundo.

Grandes montadoras também se engajaram em recalls massivos e foram alvos de críticas por supostamente continuarem usando o dispositivo com defeito apesar de saberem do problema.

No ano passado, a Mitsubishi Motors Corp. admitiu que falsificou sistematicamente dados de quilometragem em alguns de seus veículos. A reputação da empresa já havia sido afetada anteriormente por uma massiva, sistemática e de longa década ocultação de defeitos que emergiram no início de 2000.

Em outro grande caso, a fabricante de materiais e produtos químicos Asahi Kasei Corp descobriu que dados haviam sido manipulados em 360 projetos de um total de 3.052, colocando dúvidas sobre a resistência dos pilares de construção.

Fonte: Japan Today, AP
Imagem: NHK

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Clínica Dental ai - atendimento em português
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Empregos no Japão - KOWA
KOWA - Trabalhe com segurança!
UNIP - Faculdade à distância no Japão!