Epidemia do VSR no Japão, vírus que atinge principalmente as crianças

Publicado em 12 de setembro de 2017, em Sociedade

Epidemia: mais de 10 mil casos do VSR - vírus sincicial respiratório, que parece com gripe, mas provoca doenças como bronquiolite e pneumonia.

&nbspEpidemia do VSR no Japão, vírus que atinge principalmente as crianças
Não dê remédios para gripe, leve ao pediatra para conferir se é o VSR – vírus sincicial respiratório (Pixabay)

A epidemia do VSR – vírus sincicial respiratório (ou RS ウイルス em japonês) no Japão foi observada em crianças e atinge um número recorde, em relação ao mesmo período nos anos anteriores. O Instituto Nacional de Doenças Infecciosas levantou que até 3 deste mês, foram constatados 11.890 casos, recorde desde 2003.

Em uma semana o aumento dos pacientes em mais de 3 mil locais observados foi de 54%.

Por província, Tóquio foi a que apresentou o maior número de pacientes, com 820 pessoas. Em seguida, Osaka (782), Fukuoka (635), Saitama (505 pessoas), Kanagawa (467), Hyogo (392), Aichi (387), Niigata (340), Nagasaki (318) e Chiba (313).

O vírus foi constatado em crianças, especialmente, as com menos de 2 anos, principalmente em Osaka, com 68% dos casos.

A criança menor de 2 anos atingida pelo VSR – vírus sincicial respiratório desenvolve bronquiolite. Crianças acima dessa idade e também adultos com o VSR – vírus sincicial respiratório apresentam um quadro parecido com a pneumonia.

VSR: sintomas

O VSR – vírus sincicial respiratório (ou RSウイルス em japonês)  é uma das infecções do trato respiratório e os sintomas começam a aparecer depois de 2 a 8 dias da infecção.

Febre baixa, coriza e tosse. Pode pensar que é gripe, mas pode ser VSR. Por isso, leve a criança ao pediatra quando observar esses sintomas.

Os pacientes podem desenvolver  pneumonia, bronquite ou bronquiolite. Há casos em que se tornam graves, especialmente em crianças.

A incidência do VSR – vírus sincicial respiratório no Japão costuma ter pico em outubro. Mas, este ano as estatísticas mostram que começou mais cedo.

Como evitar o VSR

Tal qual o vírus da Influenza ou da gripe comum, crianças que foram diagnosticadas devem deixar de frequentar a escola, para não contaminar outras.

Outras medidas recomendadas pelo Instituto Nacional de Doenças Infecciosas são lavar bem as mãos e fazer gargarejo sempre que voltar da rua. Além disso, evitar locais de grande aglomeração de pessoas. No caso de compartilhamento de brinquedos, o ideal é desinfetá-los.

&nbspEpidemia do VSR no Japão, vírus que atinge principalmente as crianças
Recorde de pacientes com o vírus, desde 2013. Além disso, a epidemia ocorreu antes do tempo (JNN)
Fontes: JNN e CB
Imagens: JNN e Pixabay

Salvar


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Clínica Dental ai - atendimento em português
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Empregos no Japão by Fujiarte
Waysu - Empregos com segurança!