Desastres naturais afetaram o crescimento econômico do Japão

Publicado em 15 de novembro de 2018, em Economia

O Japão sofreu vários desastres naturais no verão deste ano, incluindo uma das piores inundações em décadas, terremoto e tufão mortais.

&nbspDesastres naturais afetaram o crescimento econômico do Japão
Desastres naturais afetaram os gastos do consumidor e interromperam as exportações (arquivo PM)

A economia japonesa encolheu no terceiro trimestre, visto que desastres naturais afetaram os gastos do consumidor e interromperam as exportações.

Publicidade

A economia teve uma contração anualizada de 1,2% entre julho a setembro, mostraram números preliminares.

Um terremoto e tufão devastadores estavam entre os desastres que atingiram o Japão neste ano, e provocaram uma contração maior do que a esperada.

A desaceleração também ocorre enquanto os EUA e a China estão em uma guerra comercial que pode afetar o comércio global e crescimento.

Economistas entrevistados pela Reuters haviam previsto uma contração de 1% para os três meses até setembro.

As exportações tiveram queda de 1,8% ante o trimestre anterior, o declínio mais rápido em mais de três anos, disse a Reuters.

&nbspDesastres naturais afetaram o crescimento econômico do Japão
Terremoto em Hokkaido em 6 de setembro deste ano (NHK)

O Japão sofreu vários desastres naturais no verão deste ano, incluindo uma das piores inundações em décadas, um terremoto e um tufão mortais.

Os desastres interromperam as operações de fábricas e atingiram os gastos domésticos.

Crescentes tensões comerciais e protecionismo poderiam ser um impedimento para o crescimento futuro.

A guerra comercial entre os EUA e a China poderia afetar o Japão duramente por causa de seu importante papel na rede de fornecimento global.

As exportações de autopeças, eletrônicos e maquinário industrial estão sob risco de interrupção se a batalha comercial se intensificar.

“As incertezas da guerra comercial começaram a aumentar, vemos uma desaceleração na Ásia e isso está gradualmente atingindo o Japão”, disse Kohei Iwahara, economista na Natixis Japan Securities, à AFP.

Fonte: BBC
Imagem: Banco de imagens


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - aprenda japonês de forma prática!