Roubo da arma em Toyama e outros do passado

Publicado em 27 de junho de 2018, em Crime

O homem que roubou a arma do policial do koban tinha facas. No passado ocorreram outros casos como esse, incluindo de um brasileiro.

&nbspRoubo da arma em Toyama e outros do passado
Local em frente à escola onde o vigilante morreu e o criminoso foi contido depois que o policial atirou nele (Mainichi)

Na tarde de terça-feira (26) duas pessoas foram mortas em decorrência de um crime ocorrido dentro de um posto policial, na cidade de Toyama (província homônima). Um homem esfaqueou o chefe e seu colega do posto policial e roubou a arma.

Em seguida foi até uma escola primária próxima ao local e atirou no vigia. Trabalhava como vigilante de uma obra em frente à escola e, com ferimento provocado pelo tiro, morreu no hospital.

O criminoso foi capturado depois de um dos policiais atirar nele. Foi identificado como Keita Shimazu, 21 anos, residente em Tateyama (Toyama). Segundo o Corpo de Bombeiros ele se encontra inconsciente no hospital, por isso não se sabe o motivo que o levou a cometer os crimes.

Roubo de arma de policiais no passado

O caso de Toyama trouxe à tona como conseguem retirar a arma do coldre que os policiais usam na cintura. Em outubro do ano passado, um elemento que cometeu furto em um shopping center na cidade de Oonojo (Fukuoka) fez isso. Os policiais chegaram ao local para contê-lo e iniciaram uma discussão. O elemento conseguiu furtar a arma do policial disparando 2 tiros. Foi preso em flagrante por tentativa de assassinato, além do furto.

&nbspRoubo da arma em Toyama e outros do passado
Como evitar que o criminoso tire a arma do coldre na cintura do policial é tema de discussão (LMedia)

Em janeiro de 2016, no condomínio municipal da cidade de Yokosuka (Kanagawa), um homem conseguiu pegar a arma da polícia e ainda deu 3 tiros, ferindo gravemente.

Em maio de 2014 houve uma ocorrência com brasileiro do Chiryu Danchi, em Chiryu (Aichi). Ao ser detido pelo policial de Anjo, cidade vizinha, sacou a arma do seu coldre e deu um tiro acertando o braço direito.

Dentro da delegacia também ocorreu um furto. Em fevereiro de 2010 um homem estava sendo interrogado sem algemas na delegacia de Tamagawa, de Tóquio. Feriu gravemente policiais e foram necessários 6 outros para contê-lo, pois o detido estava alterado e embriagado.

Há registros de outros casos que ocorreram em Tóquio, Kanagawa e Gifu. A discussão levantada pela imprensa aponta para a questão e como evitar o roubo da arma do coldre do policial.  

Fontes: NHK, Iza e Jiji 
Fotos: LMedia e Mainichi 

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Estude Japonês no Kumon
Fujiarte - Empregos no Japão
WAYSU - Empregos no Japão
UNIP Polo Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão