Mulher mantida em cativeiro foi encontrada nua e congelada

Publicado em 29 de dezembro de 2017, em Crime

A polícia que investiga o caso revelou novos fatos, inclusive de indiciar os pais sob suspeita de assassinato da filha mantida em cativeiro por longos anos.

&nbspMulher mantida em cativeiro foi encontrada nua e congelada
Nua e congelada: assim foi encontrada a filha mantida em cativeiro por mais de 10 anos (ANN)

A polícia de Neyagawa (Osaka) informou que durante o interrogatório os pais da mulher mantida em cativeiro e encontrada morta contaram que se apresentaram na polícia por recomendação da segunda filha.

Yasutaka Kakimoto, 55 e sua esposa Yukari, 53, foram presos este mês, sob suspeita de abandono do corpo da filha Airi. Se ainda não leu a matéria, toque aqui.

A filha de 33 anos foi mantida presa em um puxado da residência, monitorada por dezenas de câmeras e trancada por fora.

Nua, congelada e com apenas 19 Kg

Quando os policiais chegaram ao local, no dia 23, para remover o corpo, pesava apenas 19Kg. Seu corpo nu estava envolto por um cobertor e ela teria morrido congelada, pois no quartinho não havia aquecedor ou ar condicionado. Os pais não vestiam a filha confinada no quarto.

Nas suas costas foram encontradas escaras, as quais indicam que deva ter ficado acamada por longo tempo.

O monitor das dezenas de câmeras ficava na sala de jantar, pelo qual era vigiada pelos pais. “Estávamos vendo o monitor quando percebemos que ela não se mexia mais. Fomos ao quartinho e a encontramos morta”, declararam. Isso foi no dia 18, mas os pais só se apresentaram na polícia 5 dias depois. 

A polícia acredita que ela tenha sido mantida presa por 16 a 17 anos, mas continuam investigando o caso. O cativeiro foi mantido escondido das pessoas próximas e da vizinhança.

Segundo a polícia, a família de 4 pessoas se mudou para essa casa em Neyagawa no ano de 1995. Nessa época Airi era aluna de uma escola primária próxima. No sexto ano foi diagnosticada com uma doença mental e quase não frequentou o ginásio. Foi a partir dos seus 16 ou 17 anos que passaram a mantê-la em cativeiro. Nessa época a segunda filha mudou-se de lá.

Fontes: Asahi, ANN, MBS e Sankei
Foto: ANN

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Estude Japonês no Kumon
Fujiarte - Empregos no Japão
WAYSU - Empregos no Japão
UNIP Polo Japão