Acusado por indução ao acidente com morte na Tomei já tinha histórico

Publicado em 12 de outubro de 2017, em Crime

A cada dia, após a prisão do homem que fechou o carro de um casal na via expressa Tomei, o que causou acidente com morte, surgem fatos novos.

&nbspAcusado por indução ao acidente com morte na Tomei já tinha histórico
Acusado quando foi preso na terça-feira e o casal que morreu por conta do acidente induzido (Chunichi/JNN)

Em junho deste ano um caminhão atingiu em cheio uma wagon na via expressa Tomei, sentido Tóquio, na altura de Oi-cho (Kanagawa). Uma família estava dentro do carro e, em consequência do choque, o casal morreu.

Baseados nos relatos das duas filhas, os policiais iniciaram investigações. Através de câmeras de vídeo instaladas em centenas de veículos descobriu que o acidente foi induzido. Durante o percurso de cerca de 1,4 quilômetro, um veículo fez ultrapassagens perigosas, provocações, até fechar o carro onde estava a família.

Acusado admite

A Polícia da Província de Kanagawa prendeu, na tarde de terça-feira (10) e já encaminhou para a promotoria Kazuto Ishibashi, 25 anos, da província de Fukuoka. Até quarta-feira (10), ele contava uma versão que colocava a culpa no casal.

Nesta quinta-feira (12), a polícia informou que ele confessou o que ocorreu. “Fui chamado à atenção pelo casal no parking area de Nakai. Isso me irritou, segui a wagon do casal”, teria revelado o acusado.

Segundo o acusado, o casal teria dito algo sobre como ele estacionou o seu veículo no parking area.

Acusado já teve outras atitudes parecidas

Imagens colhidas de vários veículos que passaram pela via expressa Tomei na ocasião mostraram a provocação que induziu ao acidente.

O acusado, depois de fechar a wagon da família, reduziu a velocidade a 10Km/h. Nessa hora um caminhão não conseguiu frear a tempo para evitar o choque.

&nbspAcusado por indução ao acidente com morte na Tomei já tinha histórico

A reportagem da JNN descobriu que cerca de um mês antes desse acidente fatal, Ishibashi já tinha feito algo parecido.

As 3 ocorrências foram em uma rodovia de Shimonoseki (Yamaguchi). Ele abrandava a velocidade repentinamente para 10Km/h, parou o carro e bateu no vidro do alvo. Em outra situação fechou um veículo, buzinou e por 3 vezes fechou a rua. O último veículo que ele provocou, terminou em acidente, quando ele fez uma ultrapassagem. A polícia foi acionada nessa ocasião, foi indiciado mas não foi preso por falta de provas.

Pelo seu histórico com esses pontos em comum com o acidente na Tomei, a investigação sobre Ishibashi prossegue.

Ele foi transferido de Kanagawa para Fukuoka. A imprensa informou que nesta quinta-feira ele foi encaminhado para a promotoria.

Fontes: JNN, Chunichi e NHK
Imagens: JNN e Chunichi

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Clínica Dental ai - atendimento em português
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Empregos no Japão - KOWA
KOWA - Trabalhe com segurança!
UNIP - Faculdade à distância no Japão!