Homens da yakuza: tiroteio com morte e prisões em Nagoia e Tóquio

Publicado em 12 de setembro de 2017, em Crime

Dia quente para a yakuza: homem foi baleado em Kobe, 6 foram presos em Nagoia por extorsão e 4 em Tóquio por omissão.

&nbspHomens da yakuza: tiroteio com morte e prisões em Nagoia e Tóquio
Carros de 2 grupos se chocam, tiroteio e morte de um integrante da yakuza em Kobe (Sankei News)

Na manhã desta terça-feira (12), depois das 10h, um homem do grupo Ninkyo Yamaguchi-gumi foi baleado em Nagata-ku, Kobe (Hyogo). Foi transportado para o hospital, mas não resistiu. A polícia investiga o caso como conflito entre as gangues. Vários homens do grupo Yamaguchi-gumi estavam no veículo que se chocou contra outro do Ninkyo Yamaguchi-gumi.

Segundo testemunhas, foram ouvidos 2 tiros. A polícia acredita que o baleado é um homem que teria deixado o Yamaguchi-gumi para entrar no novo grupo, em abril deste ano.

&nbspHomens da yakuza: tiroteio com morte e prisões em Nagoia e Tóquio
Líder do Kodo-kai e mais 5 homens presos em Nagoia (CBC TV)

Yakuza de Nagoia: 6 presos

O líder do Kodo-kai de Nagoia (Aichi), da linhagem Yamaguchi-gumi, mais 5 homens foram presos pela polícia local. A prisão ocorreu na manhã desta terça-feira.

O líder Teruaki Takeuchi e seus comparsas são suspeitos de terem recebido “dinheiro para proteção”, dos donos de casas noturnas da área Nishiki 3 chome, centro de Nagoia, no período de dezembro do ano passado a abril deste ano.

Dos 6, apenas um assume o feito e os demais 5 negam a cobrança.

&nbspHomens da yakuza: tiroteio com morte e prisões em Nagoia e Tóquio
Integrante do Kobe Yamaguchi Gumi omitiu que é yakuza e obteve licença para construção (JNN)

Yakuza de Tóquio: 4 presos

Também nesta terça-feira, por volta das 9h, quatro integrantes do  Kobe Yamaguchi, de Tóquio, foram levados pelos policiais. Um deles, o cabeça do grupo, Akira Sekiguchi, obteve licença para uma construção civil, através da construtora Mikado.

O Departamento de Polícia Metropolitana descobriu que ele omitiu ser membro do grupo de crime organizado e entrou com o pedido de licença junto ao departamento especializado da capital. Sua empresa obteve a licença. 

A polícia suspeita que esse grupo tenha levantado um faturamento superior a 200 milhões de ienes nesses 2 últimos anos.

Fontes e fotos: CBC, JNN e Sankei

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Clínica Dental ai - atendimento em português
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Empregos no Japão by Fujiarte
Waysu - Empregos com segurança!