Seikatsu hogo: quase 3 mil brasileiros dependem desse benefício

Publicado em 23 de dezembro de 2016, em Comunidade

Seikatsu hogo: veja o perfil dos inscritos, proporção de japoneses e estrangeiros e dados dos brasileiros inscritos no benefício.

&nbspSeikatsu hogo: quase 3 mil brasileiros dependem desse benefício

Com os frequentes discursos de ódio e de discriminação aos estrangeiros, especialmente contra os sul e norte coreanos, o jornal Yomiuri trouxe uma análise sobre a proporção de estrangeiros e japoneses que dependem do benefício chamado de seikatsu hogo, com a intenção de desmistificar que o sul e norte coreano têm facilidade para se beneficiar dele. A matéria datada de 22 deste mês mostra claramente que a média dos estrangeiros dependentes do seikatsu hogo não passa de 4%:

  • 2,8% de famílias dependentes
  • 3,3% das pessoas são dependentes, dentre a população de estrangeiros

Assim, a matéria mostra que os estrangeiros são apenas uma minoria, com cerca de 45 mil famílias estrangeiras dependentes, no universo de 1,6 milhão, segundo dados de julho do ano passado.

Onde há pobreza há um número maior de dependentes do seikatsu hogo

A matéria mostra que as cidades onde o índice de pobreza é baixo, o número de inscritos também é inferior a 1%, como Toyama (província homônima) com 0,41%, Fukui (província homônima) com 0,51%, cidades da província de Aichi como Okazaki com 0,52% e  Toyota com 0,55%.

Em contrapartida, cidades da província de Osaka como Higashi Osaka, Osaka e Amagasaki, possuem índices superiores a 4%, chegando a 6%. Mesmo dentro da cidade de Osaka, dependendo do bairro, o percentual aumenta, como Nishinari que chega a 23,96%. Outras cidades também são apontadas como Naha (Okinawa), Kochi (província homônima)  e Sapporo (Hokkaido), com percentuais acima de 3.

Segundo a matéria, a pobreza parece ser o fator determinante para a municipalidade aprovar o benefício para as pessoas: o nível de renda, a proporção de idosos e as taxas de desemprego.

Assim como a maioria dos beneficiários do seikatsu hogo são os idosos japoneses, as estatísticas mostram que dentre os norte e sul coreanos também se observa maioria idosa entre os dependentes.

A matéria aponta esses discursos de ódio em relação aos coreanos de pensamentos ridículos, já que não é uma questão de favorecimento do benefício aos estrangeiros.

&nbspSeikatsu hogo: quase 3 mil brasileiros dependem desse benefício

Brasileiros no seikatsu hogo

Até julho de 2015 as estatísticas mostram que são 2.837 (2,2%) pessoas dependentes do benefício, distribuídas em 1.396 (2,6%) famílias. Os números entre parênteses representam os percentuais em relação à população da época (julho de 2015). 

A classificação dos tipos de beneficiários brasileiros é:

  • 26,5% – pai/mãe solteiro(a)
  • 18,4% – idoso
  • 14,6% – lesão/doença
  • 7,7% – deficiência
  • 32,7% – outros

Em se tratando de número de familiares, a distribuição é de:

  • 47,9% – vive sozinha
  • 24,3% – 2 pessoas
  • 13,4% – 3 pessoas
  • 8,4% – 4 pessoas
  • 4% – 5 pessoas
  • 2,1% – acima de 6 pessoas

A média de idade é de 34,2 anos e as faixas etárias dos dependentes brasileiros são:

  • 39,3% – abaixo de 19 anos
  • 23,5% – de 20 a 44 anos
  • 23,9% – de 45 a 64 anos
  • 13,3% – acima de 65 anos

Perfis dos estrangeiros no seikatsu hogo

Quase 64% dos beneficiários filipinos são de mães solteiras, para quase 80% de lares com mais de 2 pessoas, onde os filhos têm menos de 19 anos. Acredita-se que sejam de lares onde a mulher filipina perdeu o marido, seja ficando viúva ou por separação.

No caso dos brasileiros, há poucos lares com mãe/pai solteiro(a).  Praticamente a metade dos lares são de famílias com mais de 2 pessoas e metade de quem vive só.

Na comunidade chinesa, incluindo os taiwaneses, o destaque fica para as famílias com pessoas idosas ou doentes.

 

Fonte: Yomiuri Online 
Imagem ilustrativa: Matome Naver

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Clínica Dental ai - atendimento em português
Campanha RH-Consulting
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas