Tripulantes de companhia aérea são acusados de contrabandear US$14 milhões em drogas

Publicado em 17 de janeiro de 2019, em Notícias do Mundo

Oito pessoas foram presas como parte de uma operação que tinha como alvo um sindicato responsável pelo contrabando de drogas da Malásia para a Austrália.

&nbspTripulantes de companhia aérea são acusados de contrabandear US$14 milhões em drogas
A companhia aérea Malindo Air da Malásia (banco de imagens)

Tripulantes da companhia aérea Malindo Air foram acusados de pertencer a um sindicato que trazia drogas da Malásia para a Austrália, foi divulgado na quarta-feira (16).

Publicidade

Oito pessoas foram presas em Melbourne ao longo da última quinzena como parte de uma operação que tinha como alvo um sindicato responsável pelo contrabando de heroína e metanfetamina no valor de mais de 20 milhões de dólares australianos (US$14,5 milhões), disse a polícia em uma declaração.

Investigadores alegam que drogas foram transportadas nos corpos dos tripulantes, da Malásia para Melbourne e Sydney, relatou a polícia australiana.

O chefe da polícia de Victoria, Tess Walsh, disse aos repórteres que o sindicato teria usado os membros da tripulação da companhia aérea que tem sede em Kuala Lumpur para trazer drogas ao país, divulgou a emissora local ABC.

Walsh disse que a complexa investigação com duração de cinco meses tinha como alvo o sindicato do crime organizado vietnamita com sede em Melbourne.

&nbspTripulantes de companhia aérea são acusados de contrabandear US$14 milhões em drogas
Drogas contrabandeadas por membro da tripulação da Malindo Air (AFP – Polícia Federal Australiana/BBC)

O sindicato vinha operando há cinco anos e a ABC divulgou que pelo menos duas das oito pessoas presas eram da tripulação de cabine da Malindo.

Contudo a Malindo afirmou em 16 de janeiro a prisão de somente um de seus tripulantes e disse que não teve qualquer comunicação com os funcionários ou com a Polícia Federal Australiana sobre a detenção.

Quatro mulheres e quatro homens foram presos em Melbourne e acusados por tráfico de drogas em relação ao sindicato. Seis continuaram presos e vão novamente a julgamento em maio, enquanto a outros dois uma fiança foi concedida.

A polícia apreendeu carros de luxo, centenas de milhares de dólares em dinheiro e drogas durante batidas em Melbourne no início de janeiro.

O chefe da Força de Fronteira, Craig Palmer, disse na quarta-feira que funcionários de companhias aéreas não estavam acima da lei, relatou a polícia australiana.

“Eles estão sujeitos à intervenção na fronteira como qualquer pessoa e podem enfrentar penalidades significantes se for descoberto que estão usando suas posições para tentar contornar os controles de fronteira”, acrescentou Palmer.

Fonte: Straits Times


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Banco do Brasil Japão - sua melhor opção!
UNIP - Ensino a distância!!
Empregos no Japão - People Support!!